Início » Colunas » Coluna do Verchai » Prévia da final da Copa Africana de Nações

Prévia da final da Copa Africana de Nações

Fernando Verchai

Ídolos do Liverpool, Sadio Mané, de Senegal, e Mohamed Salah, do Egito, são rivais na decisão da competição continental de seleções.

em destaque Sadio Mané atacante do Liverpool atuando por senegal na Copa Africana

(Divulgação/CAF)

Neste domingo (6), às 16 horas (de Brasília), com transmissão da Rede Bandeirantes de Televisão Aberta para todo o Brasil, Senegal e Egito definem o campeão da Copa Africana de Nações. A decisão acontece no Estádio Olembe, oficialmente chamado de Estádio Paul Biya, que é localizado na cidade de Iaundé, a capital dos Camarões. A Seleção Egípcia chega para a decisão confiante pela campanha feita até aqui, com destaque para a vitória da semifinal sobre os Camarões, país sede da atual disputa. Além disso, o Egito se orgulha por ser o maior campeão da Taça Africana de Nações, com sete conquistas, enquanto Senegal nunca sentiu o gosto de levantar o troféu continental. No entanto, esta é a segunda final consecutiva que a Seleção Senegalesa vai disputar. Na última edição, disputada em 2019, com praticamente o mesmo elenco atual, Senegal perdeu para a Argélia na decisão. No entanto, entre todos os elementos que tornam esta final da Copa Africana de Nações atrativa, o que mais se destaca é o duelo entre os dois maiores astros do Liverpool: Sadio Mané e Mohamed Salah. Pelos Reds, os atletas africanos já conquistaram a Liga dos Campeões e a Premier League, dois dos campeonatos mais importantes do mundo, mas ainda não levantaram troféus por suas seleções. Agora, um dos dois vai ter a primeira conquista por sua seleção, e o outro vai continuar sem ter conseguido levantar um troféu na defesa de sua pátria. “Será empolgante!” afirmou o técnico do Liverpool, Jürgen Klopp, quando questionado sobre o duelo entre seus dois jogadores em entrevista coletiva concedida antes da partida dos Reds contra o Cardiff City pela FA Cup, e complementou: “não tão fácil, porque teremos que ver o jogo e um com certeza estará muito feliz depois, e outro nem tanto, mas os dois têm uma ótima chance de conquistar algo muito grande”.

Como chegam Senegal e Egito para a final?

Recentemente finalista da Copa Africana de Nações, Senegal chega para esta final invicto na competição e com uma grande expectativa de levantar o troféu pela primeira vez em sua história. A seleção comandada pelo ex-jogador Aliou Cissé desde 2015 está com um elenco bastante consolidado, recheado de jogadores da elite do futebol europeu: além de Mané, astro do Liverpool, conta com o volante Idrissa Gueye, do Paris Saint-Germain, o experiente zagueiro Kalidou Koulibaly, do Napoli, e o goleiro Édouard Mendy, estrela do Chelsea. Trata-se de uma equipe qualificada e entrosada, que não perde a 17 partidas (incluindo as seis disputadas no atual torneio) e está motivada para conseguir a primeira conquista na Copa Africana de Nações. Este é certamente o melhor momento da Seleção Senegalesa, que deve contar com o apoio de boa parte da torcida que for ao estádio, tendo em vista que o camisa 10 Sadio Mané confirmou que vai comprar passagens para os torcedores que quiserem assistir à decisão. Do outro lado, a Seleção Egípcia também deve contar com um bom apoio da arquibancada, tendo em vista a relativa proximidade do país com a República dos Camarões, mas vai chegar para a decisão em um momento um pouco mais instável em relação à Senegal. Na primeira rodada da fase de grupos desta Copa Africana, por exemplo, o Egito perdeu para a Nigéria e conseguiu a classificação para o mata-mata no sufoco, vencendo Guiné-Bissau e Sudão pelo placar simples de 1 a 0. Além disso, o Egito teve que disputar a prorrogação de todas as partidas do mata-mata (vencendo as oitavas e as semifinais nos pênaltis) e pode estar desgastado para a decisão, até porque fez sua última partida na quinta-feira (3), apenas 3 dias antes da final, enquanto Senegal jogou a semifinal na quarta-feira (2). Por esta razão, inclusive, Al-Sayed, auxiliar do treinador português Carlos Queiroz, pediu para que a CAF (Confederação Africana de Futebol) adiasse a final para segunda-feira (7), o que dificilmente vai acontecer. É de se destacar, porém, que a Seleção Egípcia passou pela Seleção Camaronesa na semifinal, a anfitriã desta Copa Africana e uma das principais favoritas ao título, o que dá casca suficiente para a equipe liderada por Mohamed Salah buscar dar o oitavo título da seleção na competição. Vale destacar que esta final entre Egito e Senegal é, também, uma prévia do confronto que vai definir qual destas seleções vai estar na Copa do Mundo do Catar, que vai ser disputada no fim deste ano. As partidas de ida e volta entre Egito e Senegal, que definem qual destas seleções vai estar no Mundial, estão marcadas para acontecerem em março.

Camarões e Burkina Faso fazem disputa pelo 3º lugar

Antes da final, marcada para o domingo (6), Camarões e Burkina Faso se enfrentam para definirem quem vai ficar com o terceiro lugar desta Copa Africana de Nações. O confronto acontece às 13 horas (de Brasília) deste sábado (5). “Faremos de tudo para fazer um bom jogo e terminar bem o torneio” disse o camisa 10 e capitão de Burkina Faso, Bertrand Traoré (atacante do Aston Villa). Do outro lado, as palavras do capitão dos Camarões, André Onana (goleiro do Ajax), foram de esperança para terminar a Copa Africana de Nações em paz com a torcida e preparado para a definição da vaga na próxima Copa do Mundo, que a Seleção Camaronesa vai disputar em março contra a Argélia: “temos que tentar esquecer a eliminação nas semifinais e pensar no futuro, principalmente nesta disputa de terceiro lugar e nas eliminatórias da Copa do Mundo. Temos confiança em nós mesmos e devemos nos recuperar rapidamente”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.