Início » Esportes » Flamengo buscará o bi do Mundial no Marrocos

Flamengo buscará o bi do Mundial no Marrocos

Rogerio Jovaneli

Campeão mundial em 1981, o Flamengo buscará o bicampeonato em fevereiro de 2023, no Marrocos, país confirmado pela Fifa como sede do torneio.

trofeu mundial de clubes - copa do mundo de clubes da fifa

A Fifa é a organizadora do Mundial de Clubes (Reprodução: site Fifa.com)

Os campeões da Uefa Champions League (Real Madrid) e da Copa Libertadores (Mengão) iniciam a disputa da chamada Copa do Mundo de Clubes da Fifa 2022 a partir das semifinais.

Conforme anunciou a entidade que comanda o futebol mundial, a competição será jogada de 1º a 11 de fevereiro do ano que vem.

Quem disputa o Mundial de Clubes 2022

O formato dessa edição 2022 seguirá o mesmo dos anos anteriores, com a presença dos seis campeões continentais e do representante do país-sede. São eles:

  • Auckland City (Nova Zelândia) – campeão da Oceania
  • Flamengo (Brasil) – vencedor da América do Sul (Copa Libertadores da América);
  • Real Madrid (Espanha) – campeão europeu ( Uefa Champions League);
  • Seattle Sounders (EUA) – vencedor da Cocacaf (Concachampions);
  • Wydad Casablanca (Marrocos) – campeão marroquino e também da África;

O vice-campeão africano, Al-Ahly, do Egito, deve herdar a vaga continental, já que o campeão da África é o Wydad Casablanca, que também é o atual campeão do país-sede.

Por fim, falta definir o representante asiático, que só seria definido depois do Mundial. Com isso, é provável que a vaga vá para o Al-Hilal, da Arábia Saudita, representante asiático na última edição.

Novo Mundial terá 32 times

Segundo noticia o ge, site do Grupo Globo, o presidente da Fifa, Gianni Infantino, também anunciou nesta sexta-feira (16) a criação de um novo Mundial de Clubes, com 32 times (12 deles viriam da Europa) e disputado a cada quatro anos.

O primeiro Mundial nesse novo formato será em 2025, muito provavelmente na América do Norte, já que a próxima Copa do Mundo de seleções será nos Estados Unidos, Canadá e México. Serviria como evento-teste.

O dirigente também comunicou que a entidade promoverá uma edição feminina do Mundial de Clubes, mas sem dar detalhes sobre formato e nem do ano de disputa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *