Início » Colunas » Coluna do Verchai » Tudo da primeira rodada da Copa Sul-Americana

Tudo da primeira rodada da Copa Sul-Americana

Fernando Verchai

Ceará estreia com vitória em primeira partida sob o comando de Dorival Júnior e Santos sofre derrota na Argentina.

em destaque o troféu da sul-americana com plaquinha do primeiro título do athletico em 2018

O Athletico Paranaense sagrou-se campeão da última edição da Copa Sul-Americana (Divulgação/Conmebol Sul-Americana)

Os jogos da primeira rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana começaram na última terça-feira (5), com duas partidas envolvendo equipes brasileiras. Em Fortaleza, o Ceará recebeu o Independiente na Arena Castelão e conseguiu uma vitória heroica, de virada, na partida que marcou a estreia de Dorival Júnior no comando técnico. A tradicional equipe da argentina, maior campeã da história da Libertadores com 7 conquistas, tentou intimidar a equipe cearense com uma postura agressiva dentro de campo, tanto que o jovem meia argentino Ayrton Costa, tentando evitar um contra-ataque do Ceará, recebeu o segundo cartão amarelo e acabou sendo expulso ainda aos 12 minutos do primeiro tempo. Mas foi exatamente quando o Ceará passou a sair mais para o ataque na busca do primeiro gol que, em um contra-ataque, o Independiente abriu o placar com Gaston Togni. Só que o Ceará não se rendeu em nenhum momento, continuou pressionando o gigante argentino e contou com o apoio da torcida para buscar a virada no segundo tempo. Stiven Mendoza deixou tudo igual em cobrança de pênalti e apenas 3 minutos depois Nino Paraíba recebeu o segundo cartão amarelo por uma chegada mais forte, de forma que ambas as equipes ficaram com 10 jogadores, mas isso não diminuiu a intensidade do Ceará, que conseguiu a virada poucos minutos depois, após um bate-rebate na área que Zé Roberto empurrou para o fundo da rede. Foi uma estreia excelente do Ceará, que já abriu vantagem no Grupo G da Copa Sul-Americana tendo em vista o empate na outra partida do grupo, entre General Caballero (do Paraguai) e Deportivo La Guaira (da Venezuela).

Na outra partida que abriu a fase de grupos da Copa Sul-Americana, o Santos foi até a Argentina para enfrentar o Banfield e não se deu bem. No fim do primeiro tempo, o argentino Augustín Urzi marcou um golaço, que acabou dando a vitória simples, por 1 a 0, ao Banfield. O Santos teve seus bons momentos na partida, mas não conseguiu se impor na maior parte do tempo e não foi capaz de ir às redes para evitar a derrota. Com o resultado o Santos ficou em situação bastante desconfortável no Grupo C da Copa Sul-Americana, que ainda conta com Unión La Calera (do Chile) e Universidad Catolica (do Equador), os quais empataram no confronto da primeira rodada. Vale lembrar que apenas os líderes de cada grupo se classificam, de forma que enfrentam os 3º colocados de cada grupo da Libertadores nas oitavas de final.

Atlético Goianiense surpreende com goleada sobre a LDU na estreia, Fluminense também vence e Internacional tropeça.

Encerrando a participação dos brasileiros nos jogos que aconteceram na última terça-feira (5), o Atlético Goianiense goleou a LDU por 4 a 0 jogando em casa e deu um passo muito importante na busca por uma vaga nas oitavas de final em sua primeira participação na Copa Sul-Americana. Controlando bem a partida desde o primeiro tempo, o Atlético Goianiense só conseguiu balançar as redes no segundo tempo, depois que Wellington Rato fez uma grande jogada e deixou Jorginho na boa para abrir o placar para o Dragão. Depois de ir às redes, Jorginho mais duas vezes, mas como garçom: primeiro deu um cruzamento milimétrico para Shaylon marcar e, depois, em jogada ensaiada de cobrança de falta, rolou na entrada da área para Hayner soltar a pancada e marcar um golaço. E não parou por aí. Nos acréscimos, Jorginho apareceu mais uma vez: fez tabela na entrada da área e tocou na saída do goleiro, que conseguiu fazer a defesa no primeiro momento, mas Rickson apareceu no rebote para decretar a goleada de 4 a 0 do Atlético Goianiense. Com a goleada, o Dragão saltou na liderança do Grupo F, mas é seguido de perto pelo Defensa y Justicia, que venceu o Antofagasta (do Chile) fora de casa, pelo placar de 3 a 1.

Na quarta-feira (6) mais dois clubes brasileiros entraram em campo pela primeira rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana: Fluminense e Internacional. Jogando no Maracanã, o Fluminense não teve dificuldade para vencer o Oriente Petrolero, da Bolívia. Embalado pela recente conquista do Campeonato Carioca sobre o Flamengo, o Fluminense não teve medo de se expor enfrentando o time boliviano em casa e pressionou até abrir o placar com Cristiano Silva, que aproveitou rebote do goleiro em pancada de Yago Felipe de fora da área. Ainda no primeiro tempo, o Fluminense trabalhou bem a bola e Samuel Xavier deixou Jhon Arias na cara do gol para, com um belo chute cruzado, aumentar o placar. Mesmo com a ótima vantagem o Fluminense continuou intenso no segundo tempo, sofreu pouco defensivamente e decretou a vitória por 3 a 0 em um gol contra do zagueiro Leandro Zazpe, que tentava cortar cruzamento de William Bigode para Luiz Henrique. O resultado deixou o Fluminense isolado na liderança do Grupo H, tendo em vista o empate por 1 a 1 na outra partida do grupo, entre o Unión (da Argentina) e o Junior Barranquilla (da Colômbia).

Na outra partida da quarta-feira (6) que envolveu clube brasileiro, o Internacional não conseguiu fazer mais do que empatar com o Nueve de Octubre (do Equador) jogando fora de casa. O Colorado chegou a abrir 2 a 0 no primeiro tempo, com duas assistências de Taison: primeiro ele encontrou Maurício na área, que bateu forte, cruzado, para abrir o placar, e apenas um minuto mais tarde o camisa 7 serviu Wesley Moraes, que bateu colocado para fazer um golaço. Só que o técnico uruguaio Alexander Medina tirou Taison no intervalo e a partida acabou mudando completamente no segundo tempo. O time equatoriano assumiu o controle do confronto e buscou o empate com duas assistências de seu camisa 10, o experiente Danny Luna, e dois gols do meia-atacante uruguaio Mauro Da Luz, ambos de cabeça. A partida ficou aberta depois do 2 a 2, que permaneceu no placar até o apito final. Apesar do tropeço, a situação não ficou tão ruim para o Internacional, pois, no outro confronto do Grupo E, Guaireña e Independiente Medellín também empataram, de forma que, neste momento, estão todos empatados com 1 ponto.

Cuiabá e São Paulo encerram último dia de jogos da primeira rodada da fase de grupos com vitória

Nesta quinta-feira (7) aconteceram os últimos jogos da primeira rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana e com participação especial dos times brasileiros. No Mato Grosso, o Cuiabá recebeu o Melgar (do Peru) na Arena Pantanal pelo Grupo B e, apesar do sufoco, não decepcionou os torcedores que foram ao estádio acompanhar a estreia do clube em uma competição internacional. Foi só na reta final do segundo tempo, mas Elton marcou duas vezes para garantir a vitória do Cuiabá por 2 a 0, que deixou a equipe na liderança do Grupo B pelo saldo de gols, mas com o mesmo número de pontos do Racing Club (da Argentina), que também venceu na rodada, jogando contra o River Plate (do Uruguai). O último a entrar em campo foi o São Paulo, que foi até o Peru para enfrentar o Ayacucho e conseguiu uma vitória suada, com gol de pênalti aos 43 minutos do segundo tempo. Arboleda chegou a abrir o placar para o tricolor logo aos 3 minutos do primeiro tempo, mas o Ayacucho empatou com Eric Barrios e alcançou a virada, ainda aos 20 minutos do primeiro tempo, com Cristian Techera. O São Paulo conseguiu o empate ainda no primeiro tempo com Miranda e, no fim, após pênalti sofrido por Juan, Luciano decretou a vitória do Tricolor Paulista por 3 a 2, resultado que deixou a equipe de Rogério Ceni na liderança do Grupo D em razão do empate na outra partida do grupo, entre Jorge Wilstermann (da Bolívia) e Everton (do Chile).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.