Início » Colunas » Coluna do Verchai » Resumo das quartas de final das competições europeias

Resumo das quartas de final das competições europeias

Fernando Verchai

Manchester City, Real Madrid, Liverpool e Villarreal saem na frente em partidas de ida das quartas de final da Uefa Champions League.

em destaque a bola champions league 2021-22

(Divulgação/Uefa)

Na última terça-feira (5) aconteceram os dois primeiros jogos de ida das quartas de final da Uefa Champions League. O mais aguardado deles aconteceu no Etihad Stadium, na Inglaterra, onde o Manchester City recebeu o Atlético de Madrid no duelo que envolveu o atual campeão inglês e o atual campeão espanhol. Como era de se esperar, a equipe de Guardiola controlou a posse de bola, mas teve dificuldade para furar o bloqueio bastante conhecido da equipe de Simeone. No entanto, bastou um erro de marcação do Atlético de Madrid no segundo tempo para que o Manchester City marcasse o gol da vitória: Phil Foden apareceu por entre as linhas de marcação do time espanhol e tocou por entre as pernas de um dos três zagueiros de Simeone para deixar Kevin de Bruyne em ótimas condições de marcar, e o meia belga não perdoou. O Atlético de Madrid teve seus bons momentos no confronto, mas encontrou grande dificuldade para evitar uma derrota mais elástica na Inglaterra e, de certa forma, conseguiu um bom resultado na primeira partida do embate de gigantes. O Manchester City certamente lamenta o fato de não ter conseguido marcar mais gols jogando em casa na primeira partida, mas a vitória pelo placar simples lhe dá a vantagem do empate na volta, que acontece na próxima quarta-feira (13), no Wanda Metropolitano, em Madrid. Quem avançar deste duelo enfrenta, na semifinal, o vencedor do embate entre Chelsea e Real Madrid, que se enfrentaram na última quarta-feira (6) pela partida de ida das quartas de final. O atual campeão recebeu o maior campeão da Champions League no Stamford Bridge, em Londres, e decepcionou seus torcedores. Em um grande dia da dupla Vinícius Júnior e Karim Benzema, o Real Madrid foi melhor mesmo jogando fora de casa e abriu boa vantagem no duelo. Com dois gols de cabeça, primeiro em assistência de Vinícius Júnior e, depois, em cruzamento de Luka Modric, Benzema abriu 2 a 0 para o time espanhol ainda primeira metade do primeiro tempo. O Chelsea chegou a diminuir ainda no primeiro tempo, depois que Jorginho acertou belo cruzamento para Kai Havertz, de cabeça, fazer para os Blues. Logo no início do segundo tempo, porém, o goleiro Édouard Mendy saiu da área para fazer papel de líbero, mas tocou curto demais para Rudiger, que acabou perdendo para Benzema e deixando o camisa 9 do Real Madrid na boa para fazer seu hat-trick e decretar a vitória por 3 a 1 dos Merengues. A entrada de Lukaku deu fôlego para o Chelsea na reta final do jogo, mas não o suficiente para mudar o placar da partida. Com o resultado, o Real ficou muito próximo da classificação para as semifinais, pois pode perder por um gol jogando em casa na próxima terça-feira (12) que ainda avança à próxima fase da Champions League.

Do outro lado da chave, Liverpool e, surpreendentemente, o Villarreal, deram um passo importante na busca por vaga nas semifinais. Os Reds visitaram o Benfica no Estádio da Luz, em Lisboa, e conseguiram uma ótima vitória por dois gols de diferença. O zagueiro Ibrahima Konaté abriu o placar aproveitando cobrança de escanteio de Andrew Robertson e Sadio Mané ampliou ainda no primeiro tempo, recebendo assistência de Luis Díaz. Na etapa final, em uma furada desastrosa de Konaté ao tentar afastar cruzamento, Darwin Núñez diminuiu para o Benfica, que chegou a ameaçar um empate, mas, no fim do jogo, acabou sofrendo mais um em contra-ataque: Naby Keita recuperou no meio de campo e tocou nas costas da defesa para Luis Díaz decretar a vitória do Liverpool por 3 a 1. Se confirmar a vantagem na partida de volta, que acontece na próxima quarta-feira (13), no Estádio de Anfield, em Liverpool, a equipe comandada pelo alemão Jürgen Klopp enfrenta o vencedor do duelo entre Villarreal e Bayern de Munique, no qual o time espanhol abriu vantagem com vitória por 1 a 0 na primeira partida. O Submarino Amarelo recebeu o Gigante da Baviera no Estádio de “La Cerámica”, em Villarreal, na última quarta-feira (6) e abriu o placar logo aos 8 minutos do primeiro tempo, depois que Giovani Lo Celso fez grande jogada e rolou para Dani Parejo finalizar: Manuel Neuer parecia inteiro para fazer a defesa, mas Arnaut Danjuma desviou no meio do caminho e tirou completamente o goleiro alemão da jogada para estufar a rede bávara. A partida foi eletrizante e teve até gol anulado para o Villarreal, que poderia ter conseguido um placar mais elástico ao lado da torcida, mas também poderia ter sofrido o empate nas boas chances que foram criadas pelo Bayern. O fato foi que o 1 a 0 para o Submarino Amarelo prevaleceu, de forma que o Gigante da Baviera vai precisar vencer por dois gols na partida da volta, que acontece na Allianz Arena na próxima terça-feira (12), para avançar às semifinais da Champions League.

Na Europa League, apenas um time conseguiu largar na frente de seu confronto de ida das quartas de final e todos os duelos seguem abertos para a volta

Nesta quinta-feira (7) aconteceram as partidas de ida das quartas de final da Uefa Europa League e pouca coisa se definiu. O Barcelona, principal candidato ao título da competição, visitou o Eintracht Frankfurt na Alemanha na primeira partida das quartas de final e teve muita dificuldade para evitar uma derrota. O Frankfurt teve pênalti anulado, perdeu boas chances de balançar as redes e mesmo assim saiu na frente do placar com um golaço de Ansgar Knauff em chute da entrada da área no início do segundo tempo. Mas o técnico Xavi Hernández fez duas mudanças importantes depois de sofrer o gol e o Barcelona reagiu: Ousmane Dembélé, que substituiu Adama Traoré, fez o que quis pelo lado do campo e acionou Frenkie de Jong, que também havia acabado de entrar, no lugar de Gavi, e que deu a assistência para Ferrán Torres marcar o gol de empate. A partida terminou na igualdade de 1 a 1 e a decisão se manteve aberta para a partida de volta, que acontece na próxima quinta-feira (14) no Camp Nou, em Barcelona. Quem avançar deste duelo enfrenta, na semifinal, o vencedor do embate entre West Ham e Lyon, que também empataram por 1 a 1 na partida de ida, disputada no Estádio Olímpico de Londres, na Inglaterra. A decisão, na semana que vem, acontece no Groupama Stadium, na França.

Do outro lado da chave também teve empate por 1 a 1: jogando fora de casa, a Atalanta saiu na frente com um golaço do colombiano Luis Muriel no primeiro tempo, mas o Leipzig buscou o empate no segundo tempo. O goleiro argentino Juan Musso até conseguiu evitar que André Silva empatasse em cobrança de pênalti, mas não conseguiu fazer a defesa quando Zappacosta, tentando fazer o corte, mandou contra o próprio patrimônio e “deu” o empate para o Leipzig. A partida de volta, na semana que vem, acontece na casa do Atalanta: o Estádio “Atleti Azzurri d’Italia”, em Bergamo. Quem conseguir a vitória e a classificação enfrenta o vencedor do duelo entre Braga e Rangers, que foi o único a não ter empate. Jogando ao lado da torcida, o Braga conseguiu acabar com o embalo do Rangers e venceu por 1 a 0, mas certamente não vai ter facilidade para avançar na competição mesmo precisando do empate na volta, que acontece na próxima quinta-feira (14), no Ibrox Stadium, em Glasgow, na Escócia.

Quartas de final da Uefa Europa Conference League:

Um dos principais favoritos a vencer a primeira edição da “terceira divisão europeia”, o Olympique de Marselha de Jorge Sampaoli venceu a primeira partida das quartas de final, enfrentando o PAOK em casa, e deu um passo importante rumo às semifinais. Gerson marcou o primeiro e Dimitri Payet ampliou o marcador, mas o PAOK descontou no segundo tempo com El Kaddouri. Com a vitória por 2 a 1, o time francês precisa de um empate na volta, jogando na Grécia, para avançar na competição. Se passar, o Olympique de Marseille enfrenta Feyenoord ou Slavia Praga nas semifinais, equipes que fizeram um grande embate na primeira partida das quartas de final, disputada na Holanda, que terminou empatada em 3 a 3.

Do outro lado da chave a Roma decepcionou jogando fora de casa e perdeu por 2 a 1 para o Bodo/Glimt, da Noruega. Com o resultado, a equipe comandada por Mourinho vai precisar de uma vitória por um gol para levar a decisão para os pênaltis, ou por dois gols para garantir a classificação. Quem avançar do confronto enfrenta, na próxima fase, o vencedor do duelo entre Leicester City e PSV, que empataram por 0 a 0 na partida de ida, disputada na Inglaterra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.