Início » Colunas » Coluna do Verchai » CR7 fora da Juve? Coutinho no Leicester? Com futebol paralisado, sobram especulações

CR7 fora da Juve? Coutinho no Leicester? Com futebol paralisado, sobram especulações

Fernando Verchai

Jornal italiano diz que Cristiano Ronaldo já tem até preço para deixar a Juventus.

A pandemia do coronavírus tem causado uma crise astronômica nos cofres de clubes do mundo inteiro, e a situação pode se agravar caso a temporada seja encerrada sem o término dos campeonatos. Para tentar diminuir os danos financeiros, muitos clubes estão optando por reduzir o salário de seus atletas, e também da comissão técnica, assim como é o caso da Juventus. O clube de Turim anunciou no sábado (28) que chegou a um acordo com o elenco para uma redução de salários durante os próximos três meses. Com isso, o clube calcula uma economia de mais de quinhentos milhões de reais. Mesmo assim, a Juventus teme que o valor não seja suficiente para manter sua saúde financeira e, por conta disso, cogita-se a possibilidade de negociar o seu principal jogador: Cristiano Ronaldo. De acordo com uma reportagem do site “Il Messagero”, publicada nesta terça-feira (31), a direção da Juventus vinha estudando alternativas para prolongar o contrato do atacante português há algum tempo, mas já esbarrava em sua condição financeira antes mesmo da crise do coronavírus. Agora, com a pandemia, alguns dos diretores do clube temem que as competições sejam encerradas como estavam e, assim, não recebam prêmios de participação e parte do pagamento da cota de TV pela transmissão dos jogos. Com isso, a melhor maneira de manter as contas equilibradas seria negociar o astro Cristiano Ronaldo. Desta forma, além de economizar quase duzentos milhões de reais que gasta por ano com o salário do atleta, embolsaria uma quantia suficiente para se manter financeiramente estável após o fim da pandemia. Além disso, os diretores avaliam que, apesar de ser um grande diferencial dentro de campo, Cristiano Ronaldo já está com 35 anos de idade e deve começar a perder um pouco de sua condição física. Mesmo assim, segundo o site italiano, a Juventus já fixou que não aceitará menos do que setenta milhões de euros (cerca de 400 milhões de reais). Ainda é difícil determinar qual seria o destino do jogador, mas Manchester United e até o Sporting (clube que o revelou) devem ficar atentos aos próximos movimentos da Juventus.

Barcelona ainda mira Neymar e Lautaro Martínez

Na segunda-feira, Josep Maria Bartomeu (presidente do Barcelona) concedeu entrevista ao jornal catalão “Mundo Deportivo” e, contrariando as informações de que o Barcelona estaria passando por dificuldades financeiras, afirmou: “É claro que não conseguiremos chegar aos um bilhão de euros de arrecadação previsto, mas até fevereiro estávamos bem acima do previsto para o mês”. Bartomeu continuou dizendo que sua direção de futebol “segue trabalhando para preparar uma equipe, embora nesta janela de verão (europeu) se preveja operações de troca (de jogadores)”. Tal afirmação está de acordo com o que a imprensa já vinha especulando na última janela de transferências, no sentido de que o Barcelona estaria buscando viabilizar a compra de Neymar através do envolvimento de dois ou três jogadores de seu elenco no negócio. E o mesmo deve ser feito em relação à Lautaro Martínez, da Internazionale. O atacante é visto como substituto ideal para Luis Suárez e será um dos principais alvos do Barcelona, que deve envolver Arturo Vidal na negociação, uma vez que o chileno interessa ao técnico da equipe italiana, Antonio Conte. No entanto, o principal alvo do time catalão deve ser mesmo o camisa 10 do Paris Saint-Germain, ainda que para isso seja necessário envolver três jogadores em uma possível troca (Rakitic, Semedo e Dembélé são os mais cotados à deixar a Catalunha). Isso porque Lionel Messi, que tem contrato apenas até junho de 2021, ainda não renovou com o Barcelona e, como ele mesmo disse, não ficará em um clube que não esteja preparado para conquistar títulos. Além disso, o argentino possui uma cláusula em seu contrato com o Barcelona que o permite deixar o Camp Nou à custo zero (a única condição para que isso aconteça é de que o jogador informe o desejo de sair um mês antes do término da temporada). Portanto, como Messi tem insistido em tocar no assunto Neymar, afirmando que o brasileiro é o jogador ideal para o Barcelona, a contratação do atacante do PSG deve ser a melhor forma de manter o argentino na Catalunha.

Philippe Coutinho segue na mira de clubes ingleses

E falando em Barcelona, Philippe Coutinho é um dos jogadores que podem ser envolvidos em uma troca com o Paris Saint-Germain ou a Internazionale. Isso porque o Bayern de Munique, clube ao qual está emprestado, não tem interesse em utilizar a sua prioridade de compra ao fim da temporada, no valor de cento e vinte milhões de euros. O brasileiro também não faz parte dos planos do Barcelona para o futuro e, portanto, não deve permanecer no clube catalão para a próxima temporada. Uma das possibilidades seria seu envolvimento nas possíveis trocas com PSG e Inter de Milão, mas o jogador parece também não ser do interesse destes clubes. Portanto, a Inglaterra parece ser o destino mais provável de Philippe Coutinho na próxima temporada. Uma das especulações da imprensa inglesa seria o seu retorno a Anfield, uma vez que, segundo jornal “Liverpool Echo”: “ainda há torcedores que continuam obcecados pelo brasileiro”. No entanto, de acordo com uma publicação do tabloide britânico “The Daily Mirror”, o Liverpool não tem nenhum interesse em investir na volta de Coutinho. Por conta disso, o Manchester United logo entrou na parada, em busca de um acerto com o jogador, mas tão rapidamente voltou atrás quando ouviu o valor pedido pelo Barcelona, que tenta reembolsar o investimento feito dois anos atrás, de cento e sessenta milhões de euros. O Chelsea foi mais um a entrar em contato com o clube catalão, pois Coutinho agrada à Frank Lampard, mas também voltou atrás por conta do seu preço. Foi então que o Leicester City apareceu no negócio. De acordo com informações do jornal espanhol “Sport”, o time inglês deve oferecer uma proposta de empréstimo nesta primeira temporada (2020/21), com opção de compra ao final, na casa dos 50 milhões de euros. A principal ligação entre Coutinho e o Leicester é o técnico Brendan Rodgers, pois já trabalharam juntos no Liverpool e mantém boa relação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.