12 times lutam por 6 vagas na Liga dos Campeões

Fernando Verchai
Fernando Verchai

Sorteio da fase de grupos acontece no dia 1º de agosto.

Antes mesmo de a final da Liga dos Campeões 2019/20 ter sido disputada, entre Paris Saint-Germain e Bayern de Munique, a fase qualificatória da Champions 2020/21 já estava em andamento. As partidas preliminares desta fase de qualificação iniciaram ainda no dia 8 de agosto, e agora já estamos nos play-offs, que definem as últimas 6 vagas para a fase de grupos da Liga dos Campeões desta temporada.

(Reprodução: Instagram/Uefa)

De um lado, no chamado “Play-Off Champions Path”, 8 campeões nacionais disputam 4 vagas: Slavia Praga (República Tcheca) x Midtjylland (Dinamarca); Maccabi Tel Aviv (Israel) x RB Salzburg (Áustria); Molde (Noruega) x Ferencváros (Hungria); Olympiacos (Grécia) x Omonia (Chipre). Do outro lado, no chamado “Play-Off League Path”, 4 equipes bem classificadas em suas ligas nacionais (não campeãs) duelam por 2 vagas: Krasnodar (3º colocado na Rússia) x PAOK (vice-campeão na Grécia); e Gent (vice-campeão na Bélgica) x Dínamo de Kiev (vice-campeão na Ucrânia). As partidas de ida, que vão ser comentadas em seguida, já aconteceram nesta semana, e as de volta estão marcadas para os dias 29 e 30 deste mês. Assim, os últimos 6 classificados se juntam àquelas outras 26 equipes que já estão garantidas na fase de grupos da Liga dos Campeões por terminarem bem classificados em suas ligas europeias (consideradas mais tradicionais). Alemanha, Espanha, Inglaterra e Itália garantem 4 vagas (16 ao todo), que são ocupadas, respectivamente, por: Bayern de Munique (campeão alemão), Borussia Dortmund (vice), RB Leipzig (3º) e Borussia Mönchengladbach (4º); Real Madrid (campeão espanhol), Barcelona (vice), Atlético de Madrid (3º) e Sevilla (4º); Liverpool (campeão inglês), Manchester City (vice), Manchester United (3º) e Chelsea (4º); e, finalmente, Juventus (campeã italiana), Inter de Milão (vice), Atalanta (3º) e Lazio (4º). Na França são 3: Paris Saint-Germain (campeão), Olympique de Marseille (vice) e Rennes (3º). Na Rússia, mais 2 equipes: Zenit (campeão) e Lokomotiv Moscou (vice); além dos campeões de ligas europeias menos tradicionais: Porto (campeão português), Ajax (campeão holandês), Club Brugge (campeão belga), Shakhtar Donetsk (campeão ucraniano) e Istanbul Basaksehir (campeão turco). Estas são as 26 equipes que já tem lugar garantido na fase de grupos da Liga dos Campeões. Os grupos vão de A até H, com 4 times em cada, divididos em potes 1, 2, 3 e 4 para o sorteio, que será realizado no dia 1º de outubro (próxima quinta-feira).

Play-Off Champions Path:

Na terça-feira (22), Slavia Praga (República Tcheca), que esteve na última fase de grupos da Liga dos Campeões, recebeu o “encardido” Midtjylland (Dinamarca) e não saiu do 0 jogando em casa. Com o empate sem gols desta primeira partida, em Praga, a equipe dinamarquesa tem a vantagem de fazer a decisão em casa, precisando da vitória para se classificar. No entanto, qualquer empate com gols na Dinamarca dá a classificação ao Slavia Praga, que, apesar de enfrentar uma equipe surpreendentemente boa, é favorito para avançar.

No mesmo dia 22, o Maccabi Tel Aviv (Israel) até saiu na frente do RB Salzburg (Áustria) jogando em casa, com um belo gol de Dan Biton, encobrindo o goleiro. No entanto, apesar de ter se mostrado uma equipe muito aguerrida, e que pode surpreender na Liga Europa (para onde vai se acabar eliminada da Liga dos Campeões), o Maccabi não conseguiu segurar a pressão da forte equipe da Red Bull no segundo tempo. Com gols de Dominik Szoboszlai e Masaya Okugawa, o Salzburg reverteu o placar para 2 a 1 e leva a vantagem do empata para o jogo da volta, na Áustria.

Nesta quarta-feira (23) aconteceram os outros dois jogos do play-off Champions Path. Na Noruega, o Molde recebeu o Ferencváros para uma partida com muitos gols e com indefinição no placar até os instantes finais. A equipe visitante, embalada por ter eliminado equipes mais tradicionais nas fases anteriores (Celtic e Dinamo Zagreb), abriu 2 de vantagem para o time norueguês. Mas o Molde correu atrás do prejuízo no segundo tempo e não só empatou a partida como conseguiu reverter o placar. No entanto, nos minutos finais da partida, o Ferencváros conseguiu arrancar o empate (3 a 3) e, com isso, precisará de uma vitória simples na Hungria no jogo de volta para se classificar.

Também nesta quarta-feira, o Olympiacos do ex-Flamengo Rafinha enfrentou o Omonia em casa, na Grécia, e conseguiu sair com a vitória mesmo tendo encontrado muita dificuldade na partida. Foi só no segundo tempo, e de pênalti, mas Mathieu Valbuena abriu o placar para os gregos. Nos acréscimos da etapa final, para dar ainda mais tranquilidade ao Olympiacos, Youssef El-Arabi deu números finais à partida, que terminou em vitória por 2 a 0 do mandante. Na partida de volta, no Chipre, o Olympiacos pode até perder por 1 gol de diferença para se garantir na fase de grupos da Liga dos Campeões.

Play-Off League Path:

Na terça-feira, o PAOK, que eliminou o Benfica de Jorge Jesus na fase anterior, foi até a Rússia para enfrentar o Krasnodar e não se deu muito bem. Depois de ter perdido pênalti logo nos primeiros minutos de jogo, Dimitri Pelkas (que também havia marcado sobre o Benfica) se redimiu colocando o PAOK na frente, mas Viktor Claesson, de pênalti, não desperdiçou e deixou tudo igual para os russos ainda no primeiro tempo. Na etapa final, Rémy Cabella garantiu o triunfo do Krasnodar em seu território, por 2 a 1, mas a vantagem é magra para a partida da volta, na Grécia. Um simples 1 a 0 garante os gregos na fase de grupos da Liga dos Campeões, mas o empate dá a classificação para os russos.

Nesta quarta-feira foi a vez de Gent e Dínamo de Kiev. Mesmo jogando fora de casa, na Bélgica, o Dínamo foi superior e saiu na frente logo nos primeiros minutos. Valente, o Gent conseguiu deixar tudo igual ainda no primeiro tempo, mas o uruguaio Carlos de Peña garantiu o triunfo da equipe ucraniana na etapa final (2 a 1). Com isso, basta um empate ao Dínamo na próxima partida, em casa, para garantir seu lugar na fase de grupos da Liga dos Campeões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *