Início » Colunas » Coluna do Verchai » Clássico São Paulo e Santos esquenta 10ª rodada do Paulista

Clássico São Paulo e Santos esquenta 10ª rodada do Paulista

Fernando Verchai

Com portões fechados por conta do coronavírus, São Paulo recebe o Santos no Morumbi.

Jovem Igor Gomes é um dos destaques do São Paulo (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)

Em meio a uma pandemia que já causou mais de cinco mil mortes pelo mundo, as confederações esportivas se viram obrigadas a tomar medidas de precaução. Na Europa, todos os campeonatos foram suspensos por, pelo menos, duas semanas. Aqui, na América do Sul, a CONMEBOL também suspendeu os jogos da Libertadores que aconteceriam no meio da semana que vem e a decisão pode se estender até as próximas semanas.

Sendo assim, tanto São Paulo como Santos não se preocupam mais com a competição sul-americana e podem focar todas as suas energias no estadual. Portanto, a expectativa é de que, neste sábado, às 19 horas, ambas as equipes entrem em campo com força máxima.

No entanto, por conta do crescimento de casos do COVID-19 (o coronavírus) no Brasil, a partida no Morumbi será com portões fechados, ou seja, sem a presença de torcedores nas arquibancadas. Nesta sexta-feira, no programa SportsCenter, da ESPN Brasil, o diretor do comitê médico da Federação Paulista, Moises Cohen, revelou que esta é uma determinação do Ministério da Saúde. De acordo com Cohen, a medida vale, a princípio, apenas para as partidas que acontecerem nas capitais dos estados-membros do Brasil.

Portanto, apenas os jogos entre São Paulo e Santos e Corinthians e Ituano devem acontecer com portões fechados. Os demais jogos desta décima rodada, que acontecem no interior de São Paulo, devem ter a presença normal dos torcedores.

Ainda na manhã desta sexta-feira, à partir de balanços divulgados pelas secretarias estaduais e pelo Hospital Albert Einstein (referência em São Paulo), o Brasil registrou 151 casos confirmados de Covid-19, com os primeiros infectados em Santa Catarina, Goiás e Rio Grande do Norte. Segundo o levantamento do Ministério da Saúde, porém, há “apenas” 77 casos confirmados, em dez estados diferentes. 

São Paulo chega para o clássico em alta e deve entrar em campo com time principal

Agora vamos falar de futebol. Desde a chegada de Fernando Diniz ao comando técnico do São Paulo, este talvez seja o seu melhor momento no clube. O tricolor soma 15 pontos no Campeonato Paulista e lidera o grupo C com folga em relação ao Mirassol (2º colocado com 13 pontos) e Inter de Limeira (3º colocado com 10 pontos).

Mas o mais importante para os torcedores, como não poderia deixar de ser, é a Copa Libertadores da América, na qual o São Paulo não chega ao “mata-mata” desde 2016, quando caiu para o Atlético Nacional (campeão) na semifinal. Neste ano, com derrota na estreia para o “Escuela Municipal Binacional”, tido inicialmente como o “saco de pancadas” do grupo, parecia que o São Paulo se encaminhava para mais uma decepção.

No entanto, uma vitória gigante no Morumbi, por 3 a 0, sobre a LDU, embolou completamente o grupo D e recolocou o tricolor na briga por uma vaga no “mata-mata”. No meio da próxima semana, o São Paulo faria jogo fundamental em casa, diante do River Plate (favorito do grupo), mas, como a partida foi suspensa, o tricolor agora pode focar totalmente no Santos. Portanto, o time comandado por Fernando Diniz busca, agora, outro grande feito para levar seus torcedores às alturas: vencer o primeiro clássico de 2020.

Diante de Palmeiras e Corinthians, o São Paulo não sofreu gols, mas também não balançou as redes, tendo empatado os dois primeiros clássicos em 0 a 0. E para acabar com a frustração em clássicos, além da confiança adquirida com o placar elástico sobre a LDU na Libertadores, o tricolor deve ir a campo com aquilo que tem de melhor, à exceção do goleiro Tiago Volpi, que ficará fora do jogo por conta de uma fratura na mão direita.

O atacante Vitor Bueno também é dúvida, pois não se recuperou 100% de lesão no tornozelo e saiu com dores do jogo contra a LDU. Assim, o São Paulo deve entrar com Lucas Perri no gol, Juanfran (lateral-direito), Arboleda (zagueiro central), Bruno Alves (quarto zagueiro) e Reinaldo (lateral-esquerdo); Tchê Tchê (volante), Daniel Alves (meia) e Igor Gomes (meia); Antony (ponta), Alexandre Pato (atacante) e Vitor Bueno (ponta). Caso Vitor Bueno seja poupado para se recuperar do problema no tornozelo, o atacante Pablo deve assumir o seu lugar no time titular.

Santos pode confirmar vaga no “mata-mata” com duas rodadas de antecedência

Se o técnico Jesualdo Ferreira teve um momento complicado no comando do Santos, ele já ficou para trás. Vindo de três vitórias consecutivas, o Santos é líder isolado de seu grupo G na Libertadores da América, dois pontos à frente do segundo colocado (o Olímpia) e a cinco do terceiro (o Delfín).

A próxima partida do alvinegro praiano na Libertadores seria em casa, exatamente contra o Olímpia, e uma vitória praticamente já colocaria o time de Jesualdo nas oitavas de final da competição continental. No entanto, como todas as partidas da Libertadores foram adiadas, agora o foco do Santos é bastante parecido com o do São Paulo: vencer o primeiro clássico de 2020 e, assim, ser o primeiro a carimbar vaga no “mata-mata” do estadual.

Neste momento, o Santos é a única equipe que depende apenas de si para garantir a classificação, pois conta com cinco pontos na frente do segundo colocado (o Água Santa) e oito em relação aos outros dois (Ponte Preta e Oeste).

No entanto, mesmo sendo líder isolado do grupo A e estando há quatro jogos sem perder, o Santos ainda não conseguiu se provar em um clássico. Depois da derrota por 2 a 0 diante do Corinthians na quarta rodada do Paulista, o time melhorou contra o Palmeiras, na oitava rodada, mas não saiu do empate sem gols.

Por conta de tal retrospecto, além do futebol apresentado até aqui e até mesmo por jogar fora de casa, o Santos é tido como o “azarão” do duelo deste sábado. Portanto, apostar em uma vitória do Peixe no Betmotion é bastante lucrativo, com 4,5 de retorno para cada 1 dólar apostado. Já apostar no empate, que é um resultado bastante possível e até mesmo provável, triplica seu investimento no Betmotion (retorno de 3,05). Visto como favorito para sair com a vitória, apostar no São Paulo tem um retorno baixo, de apenas 1,82 para cada dólar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.