Início » Colunas » Coluna do Verchai » Campeonato Carioca se aproxima das semifinais

Campeonato Carioca se aproxima das semifinais

Fernando Verchai

Botafogo goleia Volta Redonda e ultrapassa o Vasco na classificação da Taça Guanabara, cujo campeão já é o Fluminense. Campeonato Carioca se aproxima das semifinais.

Nilton Santos - Engenhão estádio do Botafogo no RJ

Estádio Nilton Santos (Engenhão), casa do Botafogo (Divulgação)

Nesta segunda-feira (7) o Botafogo recebeu o Volta Redonda no Estádio Olímpico Nilton Santos em partida que encerrou a penúltima (10ª) rodada da Taça Guanabara. O Botafogo chegou para o confronto precisando dar uma resposta depois de ter perdido duas vezes consecutivas: uma derrota esperada, por 3 a 1, diante do Flamengo, mas outra bastante inesperada, por 5 a 3, enfrentando a Portuguesa. Este último resultado manteve o Botafogo como último dos grandes do Rio de Janeiro a não confirmar, com pelo menos duas rodadas de antecedência, um lugar nas semifinais do Campeonato Carioca. Em razão dos resultados dos jogos do fim de semana, o Botafogo já tinha garantido seu lugar nas semifinais antes mesmo de entrar em campo por esta 10ª rodada da Taça Guanabara, mas um resultado positivo era importante para o moral da equipe, e ele veio. Enfrentando uma equipe que precisava desesperadamente de pontos para escapar da zona de rebaixamento, era certo que o Botafogo não teria facilidade para voltar a encontrar o caminho da vitória, mas ela veio, e começou com gol de cabeça do zagueiro argentino Joel Carli, que se igualou a Fischer como o estrangeiro que mais vestiu a camisa alvinegra, completando 180 jogos. O gol também foi importante para a confiança de Joel Carli, que havia marcado um gol contra na derrota por 5 a 3 diante da Portuguesa. No entanto, depois de abrir o placar com o zagueiro argentino, o Botafogo diminuiu o ritmo: passou a esperar o Volta Redonda no campo de defesa para explorar os contra-ataques. A estratégia não deu muito certo e o Volta Redonda até chegou a balançar as redes, ainda no primeiro tempo, mas o gol que deixaria tudo igual no placar foi corretamente anulado por impedimento. Com algumas mudanças no intervalo, o Botafogo voltou um pouco mais ligado, buscando mais o campo de ataque, apesar de o Volta Redonda ter continuado levando muito perigo à meta de Gatito Fernández. Com o passar do tempo, porém, o desgaste visivelmente afetou a equipe do Volta Redonda, que, aos 30 minutos do segundo tempo, em outra cobrança de escanteio, acabou sofrendo o segundo gol: Vitor Marinho cruzou, Barreto desviou na primeira trave e Lucas Mezenga apareceu na pequena área para tocar para o fundo da rede. No fim, o Volta Redonda acabou se entregando: Rikelmi marcou em um belo chute da entrada da área aos 42’ e Erison fez mais dois para o Botafogo nos acréscimos, decretando a goleada por 5 a 0. Com o resultado, o Botafogo alcançou os mesmos 19 pontos do Vasco da Gama, mas ficou com a 3ª posição da Taça Guanabara, mandando o adversário para a 4ª posição, em razão do saldo de gols.

No sufoco, Flamengo supera Vasco com gol de Arrascaeta no fim e confirma vice-liderança da Taça Guanabara antes da última rodada

Ainda sem conseguir brilhar em 2022, o Flamengo de Paulo Souza conseguiu uma ótima vitória no último clássico da Taça Guanabara e confirmou a vice-liderança da Taça Guanabara com uma rodada de antecedência. O duelo entre Flamengo e Vasco acabou não agradando muito nenhuma das duas torcidas. Pelo lado do Flamengo, ficou a sensação de que o time ainda está muito abaixo daquilo que poderia render. Pelo lado do Vasco da Gama, ficou a frustração pela equipe não ter conseguido um resultado melhor diante de um rival que ainda está buscando o seu melhor equilíbrio. O clássico entre Flamengo e Vasco esquentou o fim de semana pelo Campeonato Carioca, mais especificamente pela 10ª rodada da Taça Guanabara. As equipes se enfrentaram no último domingo (6), no Estádio Olímpico Nilton Santos, em um confronto direto pela vice-liderança da primeira fase do Campeonato Carioca. Como era de se esperar, o Flamengo começou controlando a posse de bola e sendo mais intenso no campo de ataque. O Vasco acabou aceitando demais a pressão do adversário e sofreu o primeiro gol nos primeiros minutos do jogo: Arão ficou com a sobra em cobrança de escanteio e colocou na cabeça de Filipe Luís, que tratou de colocar o Flamengo na frente do placar. Mesmo depois do gol, o Flamengo continuou com a posse de bola e com um maior volume ofensivo, mas pouco efetivo. A equipe de Paulo Souza ainda encontra dificuldade para ser efetiva com o novo posicionamento aplicado pelo técnico português, com Éverton Ribeiro aberto pela ponta esquerda, próximo de Arrascaeta, e Gabigol jogando pelo lado direito do campo, próximo de Matheuzinho, com Bruno Henrique atuando como um camisa 9. Mesmo acuado no campo de defesa, o Vasco conseguiu não sofrer grandes sustos, mas teve uma grande chance de empatar ainda no primeiro tempo: Nenê cruzou no capricho e Zé Gabriel testou firme, mas Hugo Souza apareceu para salvar o Flamengo com uma grande defesa. As equipes não mudaram na volta do intervalo e quem se deu melhor foi o Vasco: Andreas Pereira perdeu no campo de ataque e a bola ficou para Gabriel Pec, que avançou desde o campo de defesa até a entrada da área do Flamengo, de onde soltou uma pancada para acertar o ângulo e marcar um golaço. As mudanças feitas por Paulo Souza depois do empate do Vasco deram mais ritmo ao Flamengo, que voltou a criar chances de marcar. Só que o Vasco conseguiu se segurar até os 45 minutos do segundo tempo, quando De Arrascaeta aproveitou um mínimo espaço que teve para soltar o pé de fora da área e marcar um golaço, que deu a vitória por 2 a 1 ao Flamengo. Com o resultado, o Flamengo abriu 4 pontos de vantagem para o Vasco e garantiu a vice-liderança da Taça Guanabara. Assim como não pode cair para a 3ª posição na última rodada, o Flamengo também não tem mais chances de tirar a liderança do Fluminense, que tem 4 pontos de vantagem para o Rubro-Negro. Na última rodada, Botafogo e Vasco vão disputar a 3ª posição da Taça Guanabara: o 3º colocado enfrenta o vice-líder, Flamengo, nas semifinais do Campeonato Carioca, e o 4º colocado enfrenta o líder, Fluminense.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.