Início » Colunas » Coluna do Verchai » Clubes retornam aos treinos e Bundesliga deve ser retomada em maio

Clubes retornam aos treinos e Bundesliga deve ser retomada em maio 

Fernando Verchai
Fernando Verchai

Campeonato Alemão segue suspenso até o fim de abril.

Primeiro treino do Bayern de Munique, com pequenos grupos, após parada do futebol pela covid-19 (Reprodução: site do Bayern)

Suspenso há quase um mês (desde o dia onze de março), a primeira divisão do Campeonato Alemão (Bundesliga) ainda poderá ser retomada no início de maio. Atualmente, a suspensão da Bundesliga tem duração até o fim deste mês (dia trinta de abril), e a Liga de Futebol Alemã (DFL, em alemão) tem um plano para que seja possível retomar a competição já no início de maio. De acordo com informações do jornal alemão “Bild”, para que fosse possível ocorrer os jogos, a estratégia da Liga de Futebol Alemã envolveria a presença de apenas 239 pessoas nos estádios. Isso significa que, além de não ter a presença de torcedores, os jogos teriam um número preestabelecido de pessoas que poderiam entrar no estádio.

Segundo a publicação do jornal alemão, este número seria distribuído da seguinte forma: quarenta atletas (entre titulares e reservas de cada time), dezesseis membros das comissões técnicas das equipes (entre técnicos, auxiliares, preparadores físicos e médicos), seis árbitros (dois assistentes), quatro gandulas, duas pessoas responsáveis por cuidar do gramado, três representantes de agência antidoping, seis auxiliares sanitários, trinta e seis agentes de segurança (incluindo policiais e bombeiros) e cerca de cem jornalistas (entre emissoras de televisão com direito de transmissão, fotógrafos e imprensa escrita).

Isso tudo porque, nas palavras do presidente da Liga Alemã de Futebol, Christian Seifert: “queremos começar assim que for possível”. Seifert espera poder retomar a Bundesliga o quanto antes para que a temporada não se estenda além de junho. Uma assembleia ordinária da Liga Alemã de Futebol, que poderá definir qual será o destino da atual temporada da Bundesliga, está marcada para o dia dezessete (na outra sexta-feira). Até o governador de estado da Renânia do Norte-Vestfália, Armin Laschet, afirmou em entrevista à emissora alemã “RTL” que “a Bundesliga talvez volte em um futuro próximo, mas, uma coisa é clara: sem torcedores”. Foi com portões fechados que Borussia Mönchengladbach e Colônia, no dia onze de março, fizeram a última partida antes da paralisação. Foi a primeira partida sem a presença de torcedores em toda a história da Bundesliga.

Autorizados, clubes alemães voltam a treinar

Em se falando de combate ao coronavírus, a Alemanha tem sido exemplo. Entre os países que mais foram afetados pela pandemia (por conta do grande movimento de turistas e estrangeiros), a Alemanha é aquele que menos registra casos confirmados da Covid-19. A maior parte da Europa sofre com o “pico” da infecção, mas a Alemanha mostra números razoavelmente positivos. Muito disto se dá por conta de o isolamento social ter sido utilizado pelo país desde o início do surto do vírus, além de outras medidas, como o fechamento das fronteiras. Diante deste cenário, já na segunda-feira (06/04), a Liga Alemã de Futebol liberou oficialmente os clubes a retomarem suas atividades. No entanto, como ainda se faz necessário o cuidado por conta da pandemia, os treinamentos são limitados e em pequenos grupos. Mas, antes mesmo da permissão direta da DFL, alguns clubes da Alemanha já haviam retomado os treinamentos. O primeiro deles foi o Borussia Dortmund, que voltou a treinar na segunda-feira da semana passada (dia trinta de março). Na oportunidade, o clube alemão agrupou seus atletas em duplas para as atividades, sempre buscando manter um distanciamento entre eles. E mesmo com os atletas tendo retomado suas atividades, seus salários continuam reduzidos. “Nós, jogadores de futebol, temos uma responsabilidade. Ganhamos muito dinheiro e queremos retribuir” declarou o volante do Borussia Dortmund, Emre Can, em entrevista ao “Canal 1” alemão. Foi com este espírito que o Borussia, junto com Bayern de Munique, Bayer Leverkusen e RB Leipzig, doou vinte milhões de euros aos clubes da Alemanha de menor potencial financeiro, que passam por dificuldade.

Como estava a Bundesliga antes da paralisação?

A primeira divisão do Campeonato Alemão (Bundesliga) é disputada entre dezoito times e, por isso, possui apenas trinta e quatro rodadas. A paralisação aconteceu após o término da vigésima quinta rodada, faltando nove para encerrar o campeonato. Nesta altura, o Bayern de Munique lidera a competição com cinquenta e cinco (55) pontos, o melhor saldo de gols, a melhor defesa (junto com o RB Leipzig) e o melhor ataque (dos setenta e três gols marcados, vinte e cinco saíram dos pés de Robert Lewandowski, artilheiro isolado da Bundesliga). Mas, apesar do gigantesco favoritismo, nem tudo está resolvido para o Bayern de Munique. O clube da bavária ainda terá jogos decisivos caso a Bundesliga retorne. Entre eles está um confronto direto com o Borussia Dortmund (segundo colocado) fora de casa. Como já está eliminado da Liga dos Campeões, o Borussia poderá focar totalmente na competição nacional e deve ir com tudo em busca do título nacional, que os aurinegros não conquista há quase dez anos (desde a temporada 2011/13). No entanto, além de se ver obrigado a vencer partida fundamental contra o líder (que está quatro pontos na frente), o Borussia Dortmund ainda jogará contra o RB Leipzig na penúltima rodada. O Leipzig liderou a competição por um bom tempo, até perder jogadores por contusão e entrar em uma sequência ruim que o deixou na terceira colocação. Mesmo assim, ainda é um possível campeão. Além de possuir um elenco de muita qualidade, o RB Leipzig é comandado pelo jovem Julian Nagelsmann, que se destacou por levar o Hoffenheim à Liga dos Campeões ainda aos 29 anos de idade (na temporada 2016/17). Mas a briga não para por aí. Na quarta colocação, o Borussia Mönchengladbach soma quarenta e nove pontos (um atrás do RB, dois atrás do Borussia e seis atrás do Bayern). Foi o M’gladbach quem liderou a Bundesliga por mais rodadas na atual temporada, mas tropeços contra times da parte de baixo da tabela acabaram custando caro. Agora, o clube luta para manter sua vaga na próxima Liga dos Campeões, uma vez que o Bayer Leverkusen (quinto colocado) está há dois pontos. As duas equipes se enfrentam já na 27ª rodada. Por fim, na sexta colocação e dez pontos atrás do Leverkusen, o Schalke é o último time com vaga para uma competição continental (Liga Europa). Nas duas últimas posições da tabela, Paderborn e Werder Bremen têm poucas chances de escapar do rebaixamento.

Acesse apostas esportivas no site do Betmotion.

Além disso, confira, também, a nossa seção de Análises e Palpites.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *