Início » Esportes » Lutas e MMA » UFC anuncia quatro eventos para “Ilha da Luta”, em Abu Dhabi

UFC anuncia quatro eventos para “Ilha da Luta”, em Abu Dhabi

Rogerio Jovaneli

Agora é oficial: o presidente do UFC, Dana White, anunciou a chamada “Ilha da Luta” como sede de quatro eventos da principal organização de MMA no mês de julho.

A Ilha de Yas, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, que abrigará os eventos – o primeiro deles será o UFC 251, em 11 de julho -, teve ali criada toda uma zona de segurança de cerca de 25 km2, com arena, hotel, instalações de treinamento e restaurantes. Tudo à disposição apenas dos lutadores do UFC, de seus treinadores, equipe da organização, staff dos eventos, bem como aos próprios funcionários da ilha que trabalharão pela operação.

Inclusive, segundo Dana White, haverá um octógono na areia da “Ilha da Luta”, casa dos megaeventos (além do dia 11 de julho, haverá mais três cards no local, nos dias 15, 18 e 25 de julho).

“Quando tudo isso aconteceu [pandemia do novo coronavírus], fiquei pensando em como conseguiríamos realizar os eventos. E eu comecei a pensar e falar com lugares diferentes, e Abu Dhabi esteve aberto a um acordo. Abu Dhabi é um dos lugares mais restritos no mundo neste momento com tudo o que rola da covid-19. Na Ilha Yas, estamos construindo uma infraestrutura lá. E já temos todo um plano de como fazer isso funcionar. É grande. Tudo vai acontecer na ilha. Ninguém sairá da ilha. Tudo. Treinos. Eles terão seus próprios espaços de treino, onde poderão se preparar. Teremos um octógono na areia. A infraestrutura será inacreditável. Tudo é de primeira”, declarou.

Por que o UFC quis fazer eventos na Ilha Yas?

Basicamente, a ideia de se fazer eventos do UFC na Ilha de Yas é para poder contar com lutadores radicados em outros países, durante a pandemia. Em Abu Dhabi, onde fica a “Ilha da Luta”, as restrições para a chegada de voos internacionais são menores do que, por exemplo, nos Estados Unidos, cuja operação de consulados ao redor do mundo foi reduzida, dificultando a participação naquele país de atletas de fora da América do Norte.

Em Abu Dhabi, quem chega é testado no desembarque, mas não é forçado a entrar num isolamento de dias.

Mas vale lembrar que não será a primeira vez que o local sediará cards do UFC. Por lá já ocorreram três eventos: o UFC 112, com Anderson Silva x Demian Maia, em 2010, o UFC Fight Night, com Minotauro x Roy Nelson, em 2014, e o UFC 242, com Khabib Nurmagomedov x DUstin Poirier, no ano passado.

Sobre o UFC 251, de 11 de julho, na “Ilha da Luta”

O card do UFC 251, de 11 de julho, o primeiro megaevento da “Ilha da Luta”, em Abu Dhabi, terá três disputas de cinturão, sendo duas delas envolvendo brasileiros: Kamaru Usman x Gilbert Durinho, valendo o título dos pesos-meio-médios, e Petr Yan x José Aldo, pelo cinturão vago dos pesos-galos, além da revanche entre Alexander Volkanovski e Max Holloway, pelo título dos pesos-penas, de acordo com o site “Combate”, especializado em UFC.

Fora isso, em termos de combates envolvendo lutadores do Brasil, destaque para a revanche entre Jéssica Bate-Estaca e Rose Namajunas (peso-palha) e Amanda Ribas x Paige VanZant (peso-mosca), bem como o confronto Pedro Munhoz x Frankie Edgar (peso-galo).

Card do UFC 251 – Abu Dhabi

Peso-meio-médio: Kamaru Usman x Gilbert Durinho
Peso-galo: Petr Yan x José Aldo
Peso-pena: Alexander Volkanovski x Max Holloway
Peso-galo: Pedro Munhoz x Frankie Edgar
Peso-meio-pesado: Volkan Oezdemir x Jiri Prochazka
Peso-palha: Jéssica Bate-Estaca x Rose Namajunas
Peso-mosca: Amanda Ribas x Paige VanZant
Peso-pesado: Tai Tuivasa x Jarjis Danho
Peso-pesado: Shamil Abdurakhimov x Ciryl Gane
Peso-pena: Makwan Amirkhani x Adversário a ser anunciado

* Com informações do UFC e do site Combate

Acesse apostas esportivas no site do Betmotion.

Além disso, confira, também, a nossa seção de Análises e Palpites.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *