Início » Esportes » Futebol Nacional » Em vídeo, jogadores exigem volta segura e contestam projeto

Em vídeo, jogadores exigem volta segura e contestam projeto

Rogerio Jovaneli

Em vídeo divulgado pela Fenapaf (Federação Nacional de Atletas Profissionais), jogadores, a maioria de grandes clubes brasileiros, cobraram atenção à saúde e segurança para a volta à prática do futebol no país durante a pandemia da COVID-19, bem como protestaram contra um projeto de lei apresentado em Brasília que mexe com a realidades dos atletas, mas sem que estes sejam ouvidos.

Diego, do Flamengo, abre o vídeo dos jogadores divulgado pela Fenapaf (Imagem: reprodução)

Entre os principais pontos do PL 2125/2020, de autoria do deputado Arthur Oliveira Maia (DEM-BA), há um artigo que prevê redução de 50% da cláusula indenizatória, prevista em caso de quebra de contratos, seja para compensar clubes ou jogadores,

O projeto possui uma série de pontos que beneficiariam exclusivamente os clubes, como, por exemplo, um artigo prevendo que durante o período de calamidade pública pela pandemia do novo coronavírus o dinheiro arrecadado com a loteria Timemania seja repassado diretamente aos clubes. Hoje, o montante vai para a Receita, para a redução da dívida com o Profut, programa em ajuda aos clubes para o refinanciamento de suas dívidas com o governo federal.

O deputado federal Arthur Maia (DEM-BA), autor do projeto de lei, ainda sem data para ir à votação, argumenta que com a mudança a quantia seria usada para o pagamento de custos de manutenção dos clubes e salários (até R$ 10 mil), durante a crise da COVID-19.

Protesto dos atletas em vídeo

Preocupados com o impacto do Projeto de Lei, os jogadores querem ser ouvidos antes que a matéria vá para votação em Brasília. Então, em primeira manifestação pública a respeito, eles gravaram vídeo para a Fenapaf (ver ao final deste texto), justamente contestando a mudança de leis sem a participação deles.

“Brasil, é hora de união de todos. Somos um povo, uma nação. Temos diferentes realidades na nossa classe. A maioria só trabalha três meses por ano. 95% de nós recebemos menos do que dois salários mínimos. Mudar as leis sem ouvir a gente? Isso não é legal, estamos aqui e precisamos ser ouvidos com atenção. Afinal de contas, somos uma democracia. O povo brasileiro ama e quer o futebol de volta. Nós também amamos e queremos voltar. Nossas famílias precisam de nós. Somos todos pelo trabalho, mas precisamos pensar na saúde de todos nós. Trabalho seguro, grandeza da nação. Com fé, venceremos essa partida juntos!”, diz o texto do comunicado da FENAPAF, na voz de vários boleiros, começando com Diego, do Flamengo, e terminando com Felipe Melo, do Palmeiras.

Ainda participam do vídeo outro flamenguista, Everton Ribeiro; os goleiro Cássio, do Corinthians, Fernando Prass, do Ceará, e Fernando Henrique, do Santo André, além de Leandro Castan (Vasco), Nenê e Hudson (Fluminense), Bruno Alves (São Paulo), Marinho (Santos), Réver e Victor (Atlético-MG), Alecsandro (CSA), Léo e Fabio (Cruzeiro).

Acesse apostas esportivas no site do Betmotion.

Além disso, confira, também, a nossa seção de Análises e Palpites.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.