Seleção feminina estreia contra a China nos Jogos Olímpicos

woman-638384_1920

Os Jogos Olímpicos começam hoje para as seleções femininas de futebol. A China será a adversária das brasileiras, a partir das 16 horas, no Engenhão, no Rio de Janeiro. Antes, às 13 horas, a Suécia enfrentará a África do Sul. Esta quarta-feira ainda terá Canadá x Austrália (15h) e Zimbábue x Alemanha (18h), na Arena Corinthians; Estados Unidos x Nova Zelândia (19h) e França x Colômbia (22h), no Mineirão.

O Brasil busca a inédita conquista do ouro no futebol. Até agora, as mulheres conquistaram duas medalhas de prata: em Atenas 2004 e Pequim 2008. No masculino, são cinco até o momento: prata em Los Angeles 1984, Seul 1988 e Londres 2012; e bronze em Atlanta 1996 e Pequim 2008.

Outros grupos

Canadá, Austrália, Zimbábue e Alemanha estão no Grupo F dos Jogos Olímpicos. Já o G tem Estados Unidos, Nova Zelândia, França e Colômbia. Cabeça de chave do torneio, o Brasil ainda terá a Suécia e a África do Sul como rivais no Grupo E. Avançam às quartas os dois primeiros colocados de cada chave, além dos dois melhores terceiros.

Belo Horizonte, Brasília, Manaus, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo receberão jogos do torneio olímpico de futebol. A decisão da disputa feminina está marcada para o Maracanã, no dia 19 de agosto.

Curiosidades

O futebol foi o segundo esporte coletivo a entrar oficialmente nos Jogos Olímpicos, atrás apenas do polo aquático, em 1908. É o torneio mundial mais imprevisível, com medalhas conquistadas por países como Japão (bronze em 1968), Gana (bronze em 1992), Nigéria (ouro em 1996 e prata em 2008), Camarões (ouro em 2000) e Coréia do Sul (bronze em 2012).

Enquanto isso, o Brasil, maior ganhador de Copas do Mundo, com cinco títulos, nunca conquistou um ouro. A Alemanha, outra grande potência mundial, só conseguiu uma única medalha, um bronze, em 1988. Desde 1996, o futebol feminino também é disputado, com dominância dos Estados Unidos, que chegou a todas as finais e só não levou o ouro em 2000, perdendo para a Noruega.

Melhores jogadoras

Há seis meses, a Fifa elegeu o time ideal com as melhores jogadoras do mundo em cada posição. Das onze atletas, sete estarão presentes no Mineirão. Os Estados Unidos serão representados pela goleira Hope Solo, as defensoras Meghan Klingenberg e Julie Johnston, e a armadora Carli Lloyd, atual melhor jogadora do mundo. Já a França contará com a defensora Wendie Renard, a meia Amandine Henry e a atacante Le Sommer.

 

Fontes: http://globoesporte.globo.com/ ; https://esportes.terra.com.br