Início » Colunas » Coluna do Verchai » Tudo sobre as finais carioca, mineira e gaúcha

Tudo sobre as finais carioca, mineira e gaúcha

Fernando Verchai

Fluminense vence por 2 a 0 fora de casa e se aproxima de título que acaba com hegemonia do Flamengo no Campeonato Carioca

em destaque o templo do futebol brasileiro, estádio Mário Filho, o Maracanã

(Divulgação)

Atual Tricampeão Carioca, o Flamengo busca o quarto título consecutivo da competição estadual e chegou para a final contra o maior rival, o Fluminense, como favorito para levantar o caneco. Isso porque o Flamengo conta com um elenco muito qualificado, que é basicamente o mesmo que venceu o Campeonato Carioca nos últimos três anos, e que venceu uma Copa Libertadores da América e duas vezes o Campeonato Brasileiro. A única coisa que vem mudando bastante desde então é o comando técnico e, este simples fator, vem afetando bastante no rendimento do Flamengo. Desde a saída de Jorge Jesus os flamenguistas não se sentem satisfeitos com um treinador e esperava o retorno do mesmo nesta temporada, mas, ao invés de esperar por uma definição dele, a diretoria do Flamengo optou por apostar em outro português: Paulo Souza. No entanto, assim como todos os outros depois de Jorge Jesus, Paulo Souza não vem agradando em nada a torcida. Além das mudanças na estrutura tática da equipe que não são vistas com bons olhos pelos torcedores, o rendimento do Flamengo está longe de ser aquele que eles esperam pelo elenco que a equipe possui. E todos estes problemas ficaram escancarados nesta quarta-feira (30), quando o Flamengo enfrentou o Fluminense em casa pela primeira partida da final do Campeonato Carioca. “Talvez ainda falte um pouco de química nesse sistema de jogo (utilizado por Paulo Souza)” foram as palavras de Filipe Luís após a derrota do Flamengo, em casa, por 2 a 0 diante do Fluminense. Não foi uma partida desastrosa do atual Tricampeão Carioca, mas tampouco satisfatória. Controlando a posse de bola, o Flamengo teve seus bons momentos e ficou muito perto de sair na frente do placar ainda no primeiro tempo: na melhor chance, em cobrança de escanteio, David Luiz parou em grande defesa de Fábio. O goleiro recém-chegado do Cruzeiro, inclusive, foi um dos principais destaques do Fluminense porque fez defesas fundamentais para que o Flamengo não abrisse o placar. Já o Tricolor das Laranjeiras, quando chegou ao ataque, foi certeiro: na primeira chegada com perigo, William Bigode recebeu de Yago Felipe na área e fuzilou as redes, mas, em um erro grotesco, o bandeirinha marcou o impedimento e o árbitro apitou antes de a bola entrar, de forma que o VAR não pôde interferir para corrigir o erro dos árbitros de campo. No segundo tempo o Flamengo voltou pressionando ainda mais, mas faltou aquela química citada por Filipe Luís e, em um erro de Léo Pereira na construção da jogada, já na reta final do jogo, Jhon Arias roubou e tocou para Germán Cano, que ganhou de Filipe Luís antes de mandar para o fundo da rede. Abalado, o Flamengo se expôs na busca pelo empate e acabou levando o segundo: em saída rápida, o Fluminense pegou a defesa adversária completamente aberta e Calegari avançou até invadir a área e rolou quase na marca do pênalti para Germán Cano, de novo ele, marcar. Com o 2 a 0 (poderia ter sido 3), o Fluminense leva uma vantagem enorme para o confronto de volta da final, no qual vai contar com o apoio da torcida no Maracanã. A partida está marcada para acontecer às 18 horas (de Brasília) do próximo sábado (02/04), com transmissão gratuita da Twitch TV através de alguns canais. 

Cruzeiro volta à final do Campeonato Mineiro e disputa o título com o maior rival, o Atlético Mineiro, em partida única

No último fim de semana Cruzeiro e Atlético Mineiro cravaram seus lugares na final do Campeonato Mineiro, que vai ser disputada em partida única no próximo sábado (02/04), às 16:30 (no horário de Brasília), no Mineirão, com torcidas divididas. Depois de dois anos sem ir à final e tendo de assistir de camarote o seu maior rival dominar a competição, o Cruzeiro volta à decisão do Campeonato Mineiro com a expectativa de acabar com a hegemonia do adversário. A Raposa, que vem se reconstruindo desde que Ronaldo Nazário comprou a maior parte das ações do clube e está investindo em uma reformulação completa para recolocá-lo entre os grandes do Brasil, tenta acabar com a hegemonia do Atlético Mineiro, que é amplo favorito para conquistar o terceiro título consecutivo do Campeonato Mineiro. Em caso de empate no tempo regulamentar, a decisão vai para os pênaltis, não havendo qualquer vantagem para a equipe que terminou a primeira fase melhor classificada (no caso, o Atlético Mineiro).

No Campeonato Gaúcho, Grêmio se aproxima do penta e, no Paranaense, Coritiba está próximo de acabar com seca

Depois de passar pelo Internacional na semifinal, o Grêmio teve um grande desafio diante do Ypiranga na primeira partida da final, mas, com gol de pênalti de Lucas Silva nos acréscimos do segundo tempo, conseguiu a vitória por 1 a 0 e a vantagem para a partida da volta, que faz em casa neste sábado (02/04), às 16:30 (no horário de Brasília). Do outro lado, o surpreendente Ypiranga, que liderou a primeira fase da competição (deixando o Grêmio na vice-liderança e o Inter na 3ª posição), busca levantar o troféu estadual pela primeira vez em sua história.

No Campeonato Paranaense, o maior campeão, Coritiba (com 38 títulos), está próximo de acabar com uma seca de quatro anos sem levantar o troféu estadual, período no qual viu o principal rival, Athletico Paranaense, levantar 3 títulos (alcançando 25 ao todo). Desta vez, porém, o Coritiba foi o responsável pela eliminação do Furacão nas semifinais e, na decisão, diante do Maringá, conseguiu uma vitória de virada, por 2 a 1, jogando fora de casa. Com isso, o Coxa depende de um simples empate na partida de volta, que faz ao lado da torcida, no Estádio Couto Pereira, no próximo domingo (03/04), às 16 horas (de Brasília). Do outro lado, assim como o Ypiranga no Campeonato Gaúcho, o Maringá busca sua primeira conquista no Campeonato Paranaense.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.