Início » Colunas » Coluna do Verchai » Sevilla e Barcelona empatam pelo Campeonato Espanhol

Sevilla e Barcelona empatam pelo Campeonato Espanhol

Fernando Verchai

Volante brasileiro Fernando marcou o segundo da vitória do Sevilla sobre o rival Betis no clássico que marcou a volta do Campeonato Espanhol (Reprodução: Twitter do Sevilla)

Tentando se aproximar da liderança, Sevilla empata partida atrasada conta o Barcelona, que segue fora da zona de classificação para as competições europeias.

Não é novidade que o Barcelona passa por um de seus piores momentos em muitos anos de história. Ao longo das últimas temporadas o gigante catalão foi se despedaçando e restaram poucas esperanças para uma luta por título. Até mesmo o técnico catalão, Josep Guardiola, multicampeão pelo Barcelona, mandou um recado à Xavi Hernández, o atual comandante do Barça, afirmando: “agora é hora de sofrer”. E como o Barça está sofrendo: foi eliminado na fase de grupos da Liga dos Campeões, se classificou para o play-off da Liga Euripa e acabou sendo sorteado para enfrentar o Napoli (um dos mais fortes do sorteio), perdeu um de seus melhores atletar, Kun Agüero, por um problema de saúde que antecipou sua aposentadoria, e está terminando 2021 fora da zona de classificação para as competições europeias pelo Campeonato Espanhol. Na última terça-feira (21) o Barcelona visitou o Sevilla no estádio Ramón Sánchez Pizjuán para um confronto duríssimo. A equipe comandada por Xavi Hernández precisava dos três pontos para colar no G-4 do Campeonato Espanhol, mas, do outro lado, os comandados de Julen Lopetegui, vice-líderes de La Liga, estavam interessados na vitória em casa para diminuírem de 6 para 3 pontos a distância em relação ao líder isolado, Real Madrid. Mesmo assim, o Barcelona não só conseguiu buscar o empate depois de sair atrás no placar como ficou muito próximo da vitória na reta final do segundo tempo, quando o Sevilla ficou com um jogador a menos.

Análise do confronto:

A partida em Sevilla, ocorrida debaixo de muita chuva, foi uma amostra do que o time do Sevilla e o time do Barcelona vão ser capazes em 2022, quando voltarem a disputar os campeonatos nacionais e europeus. Mesmo estando longe do seu melhor nível, o Barcelona conseguiu controlar a partida em muitos momentos e criou chances de marcar desde os primeiros minutos do primeiro tempo: a primeira veio em jogada de Dembélé, que passou por Busquets e chegou no lado esquerdo do campo de ataque, com Jordi Alba, que cruzou bem para Frenkie de Jong, mas o holandês não conseguiu cabecear firme e acabou facilitando para o goleiro. Quando o Sevilla respondeu, porém, foi cirúrgico: na primeira, Diego Carlos lançou Rafa Mir nas costas da defesa do Barcelona, e o atacante só precisou tirar de Ter Stegen para marcar, mas o gol foi anulado por impedimento. Aos 30 minutos, então, em uma jogada de escanteio ensaiada, Rakitic bateu forte e rasteira para a área e Papu Gómez apareceu livre de marcação para bater firme e abrir o placar para o Sevilla. No entanto, ainda antes do intervalo, já aos 45 minutos do primeiro tempo, também em uma cobrança de escanteio, o Barcelona deixou tudo igual: Dembélé levantou e Ronald Araújo subiu mais do que todo mundo e testou firme, no canto, sem chances de defesa para Bono. O Sevilla voltou melhor para o segundo tempo e criou algumas boas oportunidades, mas não conseguiu ser efetivo como no primeiro tempo: na melhor chance, Papu Gómez encontrou Thomas Delaney livre de marcação na segunda trave, mas o lateral dinamarquês pegou mal na bola e mandou pra fora. No entanto, pouco antes dos 20 minutos, Koundé jogou a bola no rosto de Jordi Alba e foi expulso imediatamente. Imediatamente, também, a partida mudou. O Barcelona tomou conta da partida e Xavi colocou a garatoda com gás novo para colocar ainda mais pressão sobre o Sevilla, que se fechou na defesa e explorou alguns poucos contra-ataques para tentar não ser encurralado. Mesmo assim, não fosse pelo capricho do destino, Dembélé teria marcado o gol da vitória do Barcelona. Em uma de suas jogadas pela ponta direita, o atacante francês limpou para o meio e soltou uma pancada da entrada da área, mas a bola explodiu na trave. Na última investida, em cobrança de escanteio aos 51 minutos da etapa final, a bola sobrou na entrada da área para Jordi Alba, que não pegou como gostaria, chutou no meio e parou em defesa de Bono.

Como fica a tabela de classificação?

Com o resultado, o Barcelona terminou a 18ª rodada (a última de 2021) na 7ª colocação (fora da zona de classificação para as competições europeias), somando 28 pontos: apenas 2 a menos que o 4º colocado, o Rayo Vallecano. Mas esta distância pode ficar maior, tendo em vista que o Atlético de Madrid vai fazer uma partida atrasada nesta quarta-feira (22), contra o Granada, e pode saltar para a 4ª posição, abrindo 4 pontos de distância para o Barcelona. Subindo um pouco mais na tabela de classificação, o Sevilla não conseguiu diminuir para 3 pontos a distância em relação ao Real Madrid, mas ficou 5 pontos atrás do líder isolado. 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.