Galo, de Sampaoli, frustra estreia de Dome no Fla no Brasileiro

Rogerio Jovaneli
Rogerio Jovaneli

Brasileirão
FLA0
1AMG

Atendendo à expectativa do blog, o grande destaque da primeira rodada do Brasileirão 2020 foi, mesmo, o duelo do Maracanã entre o atual campeão Flamengo, do recém-chegado novo técnico Domènec Torrent, e o badalado novo time do Atlético-MG, sob comando de Jorge Sampaoli.

Lateral-esquerdo do Atlético-MG, Guilherme Arana, foi escolhido o Craque do Jogo no Maracanã (Foto: reprodução/Twitter do Atlético)

E logo de cara o campeonato viu uma derrota como mandante, no Rio de Janeiro, do time considerado grande favorito a uma nova temporada de conquistas. Deu vitória do Galo, por 1 a 0, com gol contra do experiente lateral-esquerdo Filipe Luís, num primeiro tempo que, por incrível que pareça, foi de superioridade rubro-negra. Ao menos em volume e oportunidades criadas para marcar. Pesou a maior eficiência atleticana.

E na etapa final a impressão inicial que se teve é que fez diferença o fato de a equipe mineira estar em plena atividade, vindo de atuações recentes pelo Campeonato Mineiro, enquanto o Flamengo brigou para que o Carioca fosse retomado mais cedo do que todos os demais estaduais e, consequentemente, o mesmo terminou antes, o que deixou a equipe sem atividade por longo período. Ficou mais de 20 dias sem jogar, desde a final do Carioca, em 15 de julho, o que resultou em um segundo tempo bem abaixo, até com superioridade dos visitantes, que pouco sofreram, assegurando os três pontos na estreia.

Para apostadores ficarem atentos

Assim como já ocorria nos tempos de Santos, sob o comando do treinador argentino o Atlético-MG pinta como um time igualmente ofensivo, mesmo fora de casa, e não tão seguro defensivamente. Ou seja, tendência é que faça muitos gols nas partidas, mas também os leve. Hoje, em especial no primeiro, correu muitos riscos. Já em relação ao Flamengo de Dome, hoje o problema maior foi a pontaria na etapa inicial e falta de ritmo no segundo tempo. Segue sendo um time com bastante capacidade de criação. Logo, espera-se que faça muitos gols nas próximas partidas. A ver apenas como se portará o sistema defensivo com o catalão como técnico. Times de Guardiola, seu ex-chefe, fazem muitos gols, mas também os sofrem.

Goiás x São Paulo é adiado após 10 jogadores testarem positivo para covid-19

Primeiro jogo ao vivo em TV aberta do Campeonato Brasileiro, Goiás x São Paulo, que seria disputado no Estádio da Serrinha, em Goiânia, acabou adiado. Isso porque dez jogadores do time mandante testaram positivo para a covid-19 (PCR positivo).

O Goiás solicitou o adiamento da partida, acatado tanto pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) quanto pela própria CBF. O aspecto negativo foi a demora para a decisão, que saiu já com jogadores do São Paulo em campo.

No fim, para o telespectador da Globo em São Paulo (obviamente, menos o são-paulino) não ficou de todo ruim, uma vez que a emissora optou por transmitir também para o estado de São Paulo o jogaço entre Flamengo e Atlético-MG.

Fortaleza 0 x 2 Athletico-PR

Sinal amarelo para o Fortaleza: na eliminação da Copa do Nordeste para o rival Ceará (que acabaria sendo o campeão), deixou muito a desejar, e na abertura do Brasileirão, no sábado (8) voltou a jogar mal, agora contra o forte campeão paranaense, Athletico. Resultado: derrota por 2 a 0, em pleno estádio Castelão. Gols de Vitinho e Léo Cittadini.

Coritiba 0 x 1 Internacional

O Coritiba vem da Segunda Divisão, enquanto o Internacional é avaliado como um dos times que irão brigar na parte de cima da tabela. E o resultado da estreia de ambos na noite de sábado deu uma ideia do que cada um poderá fazer no Brasileiro.

Ambas as equipes vinham de derrotas traumas doídas para seus rivais nos estaduais do Paraná e do Rio Grande do Sul. O Colorado dessa vez jogou melhor, fez 1 a 0, no Couto Pereira, com gol de Guerrero, e assim se reabilitou após perder o Gre-Nal que decidiu o returno do Gauchão.

Sport 3 x 2 Ceará

Outro que subiu para a Primeira Divisão na temporada passada, o Sport não vive um grande momento na temporada. Foi mal até no estadual, onde chegou a lutar contra o rebaixamento. E encarava o empolgado campeão do Nordestão, Ceará, também na noite de sábado. Mas ao contrário do que se podia supor, o Leão teve o comando das ações o tempo todo.

Fazendo valer o mando, abriu 2 a 0 na Ilha do Retiro, com dois gols de Elton, chegou a levar o primeiro do Vovô, mas terminou o primeiro tempo ganhando por 3 a 1, com novo tento, de Jonatan Gómez. Na etapa final, viu o Ceará diminuir para 3 a 2, com Victor Jacaré, mas ficou nisso.

Santos 1 x 1 Red Bull Bragantino

Após a vexatória eliminação nas quartas do Paulista, em plena Vila Belmiro, derrotado pela Ponte Preta (que correu risco de rebaixamento na primeira fase), e com recente troca de treinador – Jesualdo Ferreira por Cuca, tudo indicava que o Santos teria dificuldade, mesmo em casa, contra o bom Red Bull Bragantino, no outro jogo das 16h neste domingo (9). E assim foi: empate por 1 a 1.

No entanto, quem mais esteve próximo da vitória foi o Santos, que chegou a perder um pênalti no primeiro tempo, com Carlos Sánchez, antes de chegar ao gol na etapa final com o famoso “minimíssil aleatório” de Marinho, aos 19 minutos. Tá certo que dessa vez com enorme colaboração do goleiro Cleiton que, tal qual o ex-titular Júlio César diante do Corinthians, nas quartas do Paulista, foi mal em chute de longe e aceitou. Mas no fim o time de Bragança buscou o empate com Claudinho, que havia entrado na segunda parte da partida.

Grêmio 1 x 0 Fluminense

Jogando em cima do Fluminense desde o início em sua Arena, o Grêmio tanto martelou que foi premiado com o gol no primeiro tempo. Diego Souza marcou. Na etapa final, o time de Renato Gaúcho, já sem Everton Cebolinha, em negociação com o Benfica, chegou a sofrer alguma pressão no fim, mas o placar não se alterou em Porto Alegre.

Outros jogos adiados da 1ª rodada:

Além de Goiás x São Paulo, outros três jogos da primeira rodada precisaram ser adiados pela CBF, só que devido a finais estaduais disputadas no sábado:

Palmeiras x Vasco (o Verdão venceu o Paulista nos pênaltis, superando o rival Corinthians)

Corinthians x Atlético-GO

Botafogo x Bahia (Tricolor foi tricampeão baiano ao derrotar o Atlético de Alagoinhas, igualmente nos pênaltis)

Confira aqui a tabela detalhada das dez primeiras rodadas da Série A de 2020, divulgada pela CBF.

Classificação após a incompleta 1ª rodada:

1º Athletico Paranaense – 3 pontos
2º Sport – 3 pontos
3º Atlético-MG – 3 pontos
3º Grêmio – 3 pontos
5º Internacional – 3 pontos
6º Santos – 1 pontos
7º Red Bull Bragantino – 1 ponto
8º Atlético-GO, Bahia, Botafogo, Corinthians, Goiás, Palmeiras, São Paulo e Vasco (todos com 1 jogo a menos) – 0 ponto
16º Ceará – 0 ponto
17º Coritiba – 0 ponto
18º Flamengo – 0 ponto
19º Fluminense – 0 ponto
20º Fortaleza- 0 ponto

Acesse apostas esportivas no site do Betmotion.

Além disso, confira, também, a nossa página betmotionbr no Instagram, com bônus, dicas e promoções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *