Cruzeiro paga dívida por Willian e evita nova perda de 6 pontos

Rogerio Jovaneli
Rogerio Jovaneli

O Cruzeiro anunciou que realizou na nesta quinta-feira (28) o pagamento de R$ 3.869.228,61, referente à parte da dívida com o Zorya FC, da Ucrânia, pela contratação em 2014 do atacante Willian Bigode, hoje jogador do Palmeiras.

Por dívida referente à contratação de Willian Bigode, hoje no Palmeiras, Cruzeiro poderia perder outros seis pontos na Série B (Foto: Washington Alves/Light Press)

Ao quitar o valor, o clube evita a perda de mais seis pontos, totalizando menos 12, na Série B. O Cruzeiro já havia sido punido pela Fifa com a perda de seis pontos na Série B pelo não pagamento da dívida de R$ 850 mil euros (R$ 5,3 milhões) ao Al Wahda dos Emirados Árabes, pelo empréstimo do volante Denilson em 2016.

“São dois processos com o Zorya. Foi noticiado que a dívida era de 11 milhões, mas o nosso jurídico destrinchou os processos e viu que agora tínhamos que fazer somente este pagamento, de cerca de 4 milhões de reais. São dois processos distintos contra o mesmo clube, sendo que um deles aguarda julgamento de recurso. Pagamos o que venceria nesta sexta-feira”, explicou o recém-eleito presidente, Sérgio Santos Rodrigues.

Segundo a nota divulgada pelo clube mineiro, o restante da dívida (cerca de R$ 7 milhões – 1,2 milhão de euros: 975 mil euros mais 250 de multas e encargos, segundo o site Globoesporte) ainda não tem uma data específica de vencimento. Aguarda decisão final da Corte Arbitral do Esporte (CAS). O clube ucraniano já venceu nas esferas anteriores, mas o Cruzeiro recorreu.

Patrocinador pagou a parcela da dívida para o Cruzeiro

O Supermercados BH foi o responsável por quitar essa parte da dívida do Cruzeiro com os ucranianos. A atual gestão pediu ajuda a Pedro Lourenço, sócio-proprietário.

Segundo o UOL Esporte, o clube acertou a ampliação do patrocínio até 2021, ano do centenário cruzeirense, em acordo diferente do então vigente. “Hoje, a rede de lojas estampa a sua logomarca na região central da camiseta e tem direito a algumas placas em treinos e jogos. Na gestão de Sérgio Santos Rodrigues, a ideia é ampliar a parceria, dando mais visibilidade para a empresa. O Cruzeiro estuda novos negócios com a empresa e formas distintas de ceder mais espaço à marca”, noticia o site.

“Nós trabalhamos muito nos últimos dias para conseguir estes recursos e na terça-feira nos reunimos com o Bruno, filho do Pedro [Lourenço, dono da empresa patrocinadora], a quem eu também agradeço muito, e apresentamos um novo projeto. Um projeto de construção entre Cruzeiro e Supermercados BH. E eu falei para ele, que não quero que o Supermercados BH empreste dinheiro ao Cruzeiro mais. Eu quero que o Cruzeiro seja o seu parceiro. Que a torcida te abrace. E vamos seguir fazendo grandes projetos”, disse o novo presidente no comunicado divulgado ontem.

Acesse apostas esportivas no site do Betmotion.

Além disso, confira, também, a nossa seção de Análises e Palpites.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *