Início » Colunas » Coluna do Verchai » Primeira Divisão da Nicarágua não para e terá jogos nesta quarta-feira

Primeira Divisão da Nicarágua não para e terá jogos nesta quarta-feira

Fernando Verchai

Primeira Divisão da Nicarágua desafia a pandemia e mantém o campeonato nacional.

Desde que a primeira-dama e vice-presidente (isso mesmo: primeira-dama e vice-presidente), Rosario Murillo, anunciou o primeiro caso de coronavírus na Nicarágua, no dia 18 de março, o país iniciou uma corrida no combate à pandemia. De acordo com Pedrinho, camisa 10 do Walter Ferretti (clube que disputa a primeira divisão), a Federação de Futebol da Nicarágua (FENIFUT) “já cancelou todos os campeonatos da segunda, terceira (divisão) e o campeonato feminino”. No entanto, a primeira divisão da Nicarágua não é controlada pela Federação, mas por uma entidade independente, liderada por empresários. Segundo o meia do Walter Ferretti, “todos os jogadores querem que (a competição) pare”. No entanto, a informação do jornal local “La Prensa” é de que muitos jogadores foram ameaçados a terem seus contratos rescindidos quando expressaram o desejo de não entrar em campo. Nesta mesma linha, o jornal argentino “La Nación” afirmou, com base em depoimentos de jogadores argentinos que defendem clubes nicaraguenses, que os atletas “são obrigados a disputar partidas”. Desde que o coronavírus chegou à Nicarágua, já ocorreram duas reuniões da entidade com os representantes dos dez clubes que disputam a primeira divisão, a última na quinta-feira (26/03), mas apenas um clube (o Diriangén) foi a favor da paralisação. As reuniões contaram com a presença do Ministério da Saúde local, o qual afirmou que a situação estava sob controle e a competição poderia prosseguir, desde que sem a presença de torcedores. Portanto, a Primeira Divisão da Nicarágua continua. Nesta quarta-feira acontecem todos os jogos da 13ª rodada. Como forma de protesto, atletas do Diriangén estão entrando em campo de máscaras e até chegaram a jogar alguns minutos equipados com a proteção para tentarem se prevenir, mas o campeonato segue. A última informação divulgada pelo Ministério da Saúde local foi na terça-feira (24/03), com 30 casos confirmados de Covid-19 e nenhuma morte causada pelo novo vírus. Atualmente não se sabe ao certo qual o número de infectados.

Histórico da Primeira Divisão da Nicarágua

O Campeonato Nicaraguense de futebol foi criado em 1931, inicialmente sendo disputado durante o ano civil e desde sempre com a participação de apenas dez equipes. À partir de 1994, o torneio passou a se desdobrar nos anos em torno do Sol, segundo o modelo dos campeonatos europeus. Até 2003, a competição era realizada com a fórmula de um torneio único, com o título sendo disputado em uma final de partida única, entre o primeiro e o segundo colocado. No entanto, desde a temporada 2004/05, foi adotada a fórmula que é utilizada até os dias de hoje, com dois torneios sazonais (Apertura e Clausura). O modelo é bastante similar ao utilizado no Campeonato Carioca. Isto é, a competição é dividida em duas partes. Os quatro melhores classificados na tabela ao fim do primeiro turno (chamado de “Apertura”) se classificam para jogar as semifinais, partidas de ida e volta. Os classificados jogam as finais, também com ida e volta. O mesmo acontece no segundo turno (chamado “Clausura”). Se um único time se sagrar campeão nos dois torneios, automaticamente é declarado o campeão da Primeira Divisão da Nicarágua. Por outro lado, se times diferentes forem campeões, acontece uma grande final, também em jogos de ida e volta, para definir o campeão nacional da temporada. Atualmente, o maior campeão da Nicarágua é o Diriangén, com vinte e seis títulos conquistados. O Real Estelí (atual líder e campeão do “Apertura” nesta temporada) vem logo atrás, tendo erguido o troféu nacional por quinze vezes. Entre os que atualmente disputam a Primeira Divisão da Nicarágua, também já foram campeões o Walter Ferretti (quatro títulos), Juventus Managua (dois títulos) e Deportivo Jalapa (um título).

Décima terceira rodada tem confronto direto entre líder e vice

Nesta quarta-feira acontecem todos os jogos da décima terceira rodada da Primeira Divisão da Nicarágua, a qual está tendo seus jogos adiantados para que a competição seja encerrada até, no máximo, meados de maio. A principal partida da rodada acontece às 22 horas, entre o Managua FC (líder com vinte e oito pontos) e Real Estelí (segundo colocado com vinte e seis). Ambos vivem a mesma sequência de quatro vitórias consecutivas, mas o Managua é visto como favorito por não perder há seis jogos, além do fato de jogar em casa. Portanto, apostar em uma vitória do líder no Betmotion pode fazer dobrar o investimento, enquanto uma vitória do vice retorna 3,25. No entanto, é importante ressaltar que nas cinco vezes que as equipes se encontraram na atual temporada, o Real Estelí venceu três vezes (incluindo a final do primeiro turno, que garantiu o título do Apertura), contra duas vitórias do Managua.

Outros jogos para apostar

O jogo entre Chinandega (oitavo colocado) e Juventus Managua (sexto colocado), às 18 horas, abre a rodada. No último domingo, o Chinandega foi goleado por 7 a 0 pelo Walter Ferretti e chega abalado para a partida deste meio de semana. Apesar disso, o Chinandega tem a vantagem de jogar em casa, local onde conquistou suas únicas três vitórias até aqui, em doze rodadas do “Clausura”. Além disso, em três jogos disputados entre as equipes na atual temporada, foram dois empates e uma vitória do Chinandega, que deve ir com tudo para conquistar a vitória e, assim, deixar o Juventus para trás na tabela. Apostar em uma vitória do time da casa no Betmotion.com triplica o valor investido, pois, pese o retrospecto desfavorável, o Juventus tem um elenco mais forte e não vai querer escorregar pela quarta vez de jeito nenhum. O retorno é de 2,12 para cada 1 dólar apostado no Betmotion.

Também às 18 horas entram em campo o lanterna da competição, Las Sabanas (décimo colocado) e Real Madriz (sétimo colocado). No papel, o Las Sabanas, que joga em casa, é favorito para vencer, mesmo estando em um péssimo momento (o que justifica o retorno de pouco menos de 2,5 para cada 1 dólar apostado no Betmotion.com). Apesar da diferença entre os elencos, o Real Madriz chega para a partida em uma sequência de duas vitórias, diante de um adversário que não sabe o que é vencer há dez rodadas. Portanto, parece atrativo apostar em uma vitória do time visitante, que retorna cerca de 2,65 para cada dólar investido no Betmotion.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.