Início » Colunas » Coluna do Verchai » Prévia de Villarreal x Liverpool

Prévia de Villarreal x Liverpool

Fernando Verchai

Horário, local, transmissão e tudo o que você precisa saber da partida de volta da semifinal da Uefa Champions League.

As semifinais da competição mais importante da Europa começaram na semana passada e serão definidas nesta semana. Nesta terça-feira (3) vai ser definido o primeiro classificado para a final da Uefa Champions League: o Villarreal recebe o Liverpool no Estádio de La Cerámica (chamado de El Madrigal), localizado na cidade de Villarreal, na Espanha, às 16 horas (de Brasília), pela partida de volta da semifinal, que vai ser transmitida pelo SBT na TV aberta e pela TNT na TV fechada. A primeira partida, disputada na semana passada, no estádio da Anfield Road, em Liverpool, na Inglaterra, terminou com uma boa vitória dos mandantes pelo placar de 2 a 0.

liverpool na vitória sobre o villarreal em anfield pelas semifinais da champions 2022

(Divulgação/Champions)

Apesar da resistência defensiva do Villarreal, o Liverpool assumiu o controle absoluto da partida e contou com o apoio da torcida para buscar os dois gols da vitória no segundo tempo do confronto. O primeiro a balançar as redes foi Fabinho, mas o gol foi anulado por impedimento no lance. Mas não demorou muito para que a bola entrasse no gol do Villarreal de forma legal: ainda antes dos 10 minutos do segundo tempo, tentando cortar cruzamento de Henderson para Mané, que chegava livre de marcação na área, o lateral equatoriano Pervis Estupiñán acabou desviando a bola na direção do gol e o goleiro argentino Gerónimo Rulli não conseguiu se recuperar a tempo de fazer a defesa. E apenas 2 minutos mais tarde, o Liverpool ampliou o marcador com Sadio Mané, que recebeu passe açucarado de Mohamed Salah na cara do gol e deu só um toquinho para tirar do goleiro e balançar as redes. E o Liverpool ainda voltou a marcar com Andrew Robertson, mas o gol foi anulado, assim como o de Fabinho, por impedimento.

Considerando o que aconteceu em Anfield, na primeira partida desta semifinal, o Villarreal poderia considerar o 2 a 0 um resultado até interessante, tendo em vista que foi pressionado praticamente os 90 minutos e pouco chegou ao ataque. No entanto, exatamente pela diferença da qualidade dos elencos, que ficou bastante nítida na primeira partida, tem-se que, mesmo jogando a partida de volta em casa nesta semana, a equipe espanhola dificilmente vai conseguir vencer (muito mais dificilmente ainda vai vencer por um placar de dois ou mais gols de diferença).

Para alcançar a vaga inédita na final, o Villarreal precisa vencer por três gols (por exemplo: 3 a 0 ou 4 a 1), sendo que qualquer vitória por dois gols (2 a 0, 3 a 1…) leva a decisão da classificação para a prorrogação e, posteriormente, caso permaneça a igualdade no placar agregado das partidas de ida e volta, para os pênaltis.

Como chega o Villarreal?

Considerado uma equipe modesta da Espanha, que jamais venceu o principal campeonato nacional e tampouco a Copa nacional (mas apenas a Segunda Divisão), o Villarreal tinha, até pouco tempo, a chega à semifinal da Uefa Champions League, lá na temporada 2005/06, como sua maior conquista (além de dois títulos que conquistou na extinta Taça Intertoto da Uefa, ou Uefa Intertoto Cup, que era uma espécie de terceira divisão da Europa, ou seja, disputadas por equipes que não haviam se classificado para a Uefa Champions League ou para a então Copa da Uefa, que foi rebatizada com o nome utilizado atualmente: Uefa Europa League). No entanto, com a conquista da Uefa Europa League na última temporada (2020/21), batendo ninguém menos que o gigante Manchester United na final, o Villarreal colocou o primeiro troféu de grande relevância histórica em seu museu. E não é demais dizer que o principal personagem da conquista foi o técnico espanhol Unai Emery, vencedor de outros 3 troféus da segunda competição de clubes mais importante da Europa (a Uefa Europa League): todas de forma consecutiva e sob o comando do Sevilla (nas temporadas 2013/14, 2014/15 e 2015/16). E nesta temporada, o comandante espanhol de 50 anos está repetindo a melhor campanha do Villarreal na Uefa Champions League, chegando nas semifinais da competição de clubes mais importante da Europa. A importância é tanta que, mesmo com a equipe ainda tendo chances de lutar por uma vaga na zona de classificação para a Uefa Conference League pelo Campeonato Espanhol, Unai Emery poupou alguns de seus principais jogadores na partida do último fim de semana, válida pela 34ª rodada de La liga, e o Villarreal acabou sendo derrotado por uma equipe que está na zona de rebaixamento. Agora, para conseguir causar ao Liverpool um dano que ninguém conseguiu nesta temporada (vencê-lo por mais de um gol de diferença), o técnico Unai Emery disse que sua equipe vai precisar fazer “um jogo perfeito”, e disse: “as pessoas estão muito orgulhosas do nosso projeto, todos se identificam. Estamos fazendo bons jogos em casa. Reverter o 2 a 0 é complicado, mas estamos aqui e queremos jogar a final”.

Como chega o Liverpool?

O Liverpool chega para esta semifinal ostentando amplo favoritismo sobre o Villarreal. Isso porque o técnico alemão Jürgen Klopp está construindo, desde a temporada 2015/16, um projeto vencedor à frente do Liverpool. Desde então os Reds voltaram, depois de um longo período de seca, a conquistar títulos importantes: venceu a Liga dos Campeões e o Mundial de clubes na temporada 2018/19 e, na temporada seguinte, venceu o Campeonato Inglês e acabou com um tabu do Liverpool, que nunca havia vencido a Premier League (como passou a ser chamada a Primeira Divisão da Inglaterra na temporada 1992/93). Significa dizer que o Liverpool demorou exatos 30 anos até voltar a ser campeão da principal competição da Inglaterra, e um dos principais propulsores deste novo projeto do clube foi Jürgen Klopp. No entanto, o técnico alemão é apenas a cereja do bolo. O Liverpool é dono de um projeto ambicioso, que envolve vários setores de planejamento e desenvolvimento, os quais foram responsáveis pela decisão das contratações tanto de Klopp como dos principais jogadores do atual elenco, como Virgil van Dijk e Sadio Mané (comprados junto ao Southampton), Alisson e Mohamed Salah (comprados junto à Roma), e, mais recentemente, Thiago Alcântara (comprado junto ao Bayern de Munique) e Luis Díaz (comprado junto ao Porto). É como um verdadeiro gigante, dono de 6 títulos da Uefa Champions League e 19 troféus da Liga Inglesa, que o Liverpool chega para esta semifinal, razão pela qual é tido como favorito para passar pelo Villarreal nesta semifinal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.