Início » Colunas » Coluna do Verchai » Premier League não para: tudo do Boxing Day

Premier League não para: tudo do Boxing Day

Fernando Verchai

Boxing Day encerra o primeiro turno da Premier League, mas tem três partidas adiadas pela Covid e clubes já com três partidas a menos.

Boxing day

Quando as coisas estavam voltando ao normal e a torcida voltou a lotar os estádios para vibrar em sintonia com os jogadores, uma nova variante da Covid, a Ômicron, voltou a afetar a Europa e o mundo. Na Premier League, muitos jogos já foram adiados e, apesar de os clubes terem optado pela não paralisação da competição, não está sendo possível realizar todas as partidas e muitas das que acontecem são prejudicadas pela ausência de jogadores infectados. Neste Boxing Day (termo utilizado para designar um feriado secular, comemorado no dia seguinte ao do Natal, ou seja, em 26 de dezembro), que é marcado na Inglaterra pelas partidas comemorativas da Premier League, mais três partidas foram adiadas. Na última quinta-feira (23) o Conselho da Premier League anunciou o adiamento de duas partidas por conta do aumento de casos da Covid: “após pedidos de adiamento do Leeds United e Watford como resultado da Covid-19, o Conselho da Premier League reuniu-se esta manhã e lamentavelmente concordou em cancelar os jogos do Boxing Day dos dois clubes afetados. Os dois jogos são Wolverhampton contra Watford e Liverpool contra Leeds United, ambos marcados para domingo, às 12 horas” esclareceu a entidade em um comunicado. Na manhã da última sexta-feira (24), outro comunicado foi publicado pela entidade organizadora do Campeonato Inglês: “o Conselho da Premier League aprovou esta manhã o pedido do Everton para adiar o jogo do Boxing Day fora de casa contra o Burnley”. Com isso, o Burnley, que já teve três partidas adiadas, vai “terminar” o primeiro turno com quatro partidas a menos que a maioria dos clubes, e preocupa a torcida por, neste momento, ser o primeiro time na zona de rebaixamento, na 18ª posição (lembrando que na Premier League caem três times: o 20º colocado, o 19º e o 18º). Já o Leeds United, que também está numa corrida contra o rebaixamento, precisou adiar também a partida que aconteceria nesta terça-feira (28), contra o Aston Villa, já pela primeira rodada do segundo turno da Premier League, ficando, assim, com duas partidas atrasadas para fazer em 2022.

Manchester City termina primeiro turno com seis pontos de vantagem para Liverpool e Chelsea

Na rodada (19ª) do Boxing Day, ocorrida no último domingo (26), o Manchester City recebeu o Leicester City no Etihad Stadium em um confronto magnífico de 9 gols. Os Citizens chegaram para o confronto na liderança isolada do campeonato e podendo aumentar para seis pontos a vantagem em relação ao Liverpool, vice-líder que não entrou em campo por ter sua partida contra o Leeds adiada pela Covid. Certamente foi focado na busca por mais um título da Premier League que os comandados de Josep Guardiola conseguiram emplacar a nona vitória consecutiva (a terceira com goleada). Contando com força máxima dentro de campo, o Manchester City se aproveitou da fragilidade de um Leicester City que vinha de uma eliminação amarga diante dos reservas do Liverpool pelas quartas de final da Carabao Cup. Kevin de Bruyne abriu a conta aos 5′, Riyad Mahrez ampliou de pênalti aos 14′, Ilkay Gundogan aumentou a conta aproveitando rebote aos 20′ e Raheem Sterling fez 4 a 0 em outra cobrança de pênalti, ainda aos 25′, tudo no primeiro tempo. Só que o Leicester voltou do intervalo determinado a mudar a situação e assustou o Manchester City: James Maddison, Ademola Lookman e Kelechi Iheanacho diminuíram o placar para 4 a 3. No entanto, quando os Foxes acreditavam no empate e a partida ficou equilibrada, Aymeric Laporte acertou cabeçada perfeita em cobrança de escanteio de Mahrez, fazendo 5 a 3 para os Citizens, que ainda fizeram o 6º na reta final, outra vez com Sterling. Com a vitória, o Manchester City abriu seis pontos de vantagem para o Liverpool, que tem uma partida a menos, e segue com seis pontos de vantagem para o Chelsea, que venceu o Aston Villa fora de casa no Boxing Day.

Manchester United encerra rodada do Boxing Day com empate fora de casa e perde o fôlego na corrida pelo G-4 da Premier League

O Manchester United encerrou a última rodada do primeiro turno da Premier League jogando contra o Newcastle no St. James Park. Apesar de ter se tornado o mais novo bilionário da Premier League, o Newcastle ainda não pôde investir no mercado e luta contra o rebaixamento no Campeonato Inglês neste momento, mas jogou como se já fosse um gigante na última segunda-feira (27), diante do Manchester United. Allan Saint-Maximin abriu o placar com um golaço aos 7 minutos do primeiro tempo, e o Newcastle poderia ter feito mais se não fosse a grande atuação do goleiro espanhol De Gea. Mesmo com as mudanças do técnico alemão Ralf Rangnick no intervalo, os Red Devils tiveram dificuldade para criar boas situações de gol, mas passaram a ter mais volume no setor ofensivo, enquanto o Newcastle explorava os contra-ataques para tentar matar o jogo. De Gea, porém, fechou a casinha pelo lado do Manchester United, que conseguiu o empate com Edinson Cavani, na marra, e ficou assim: 1 a 1. Com o resultado, apesar de ter duas partidas a menos que o atual 4º colocado, Arsenal, tem 7 pontos de distância para tirar se quiser voltar a figurar no G-4 da Premier League e, consequentemente, alcançar uma vaga na próxima Liga dos Campeões. Os Gunners, porém, alcançaram a quinta vitória consecutiva no Boxing Day, com goleada sobre o lanterna, Norwich City, e parece estar firme na luta para se manter entre os quatro melhores da Premier League.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.