Reserva indígena pode sediar UFC; São Paulo descarta evento

Rogerio Jovaneli
Rogerio Jovaneli

O UFC 249, marcada para 18 de abril, pode ser o primeiro grande evento esportivo no mundo a voltar desde a suspensão de praticamente todas as disputas de esporte por consequência da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Reportagem do jornal americano The New York Times, publicada em sua versão online na noite desta terça-feira (7), indica que a principal organização de MMA pretende levar essa edição do UFC para uma arena do Tachi Palace Casino Resort, localizada em uma reserva indígena na Califórnia, a 317 km ao norte de Los Angeles.

(Reprodução)

Três fontes anônimas confirmaram ao Times a escolha para abrigar o UFC 249, repercutiu a página do Combate, do Grupo Globo, que diz que sua apuração também apontava o local como provável sede.

Ao anunciar o card do UFC 249, o presidente do Ultimate, Dana White, chegou a afirmar que já tinha um local para os eventos dos próximos dois meses. No entanto, não disse onde era. Apenas que levará lutadores de outros países em um avião particular.

“Como não consigo trazer lutadores de outros países para dentro dos Estados Unidos, vou levá-los em um avião particular… Será a ‘Ilha das Lutas’. Teremos tudo lá. Não haverá público e todos serão testados previamente quantas vezes tiverem que ser. Vamos garantir que tenhamos atletas 100% saudáveis e também membros da Comissão Atlética, funcionários, minha equipe de produção, treinadores, juízes, árbitros. Todos estarão seguros antes, durante e depois das lutas.”

Card do UFC 249 marcado para 18 de abril

Peso-leve: Tony Ferguson x Justin Gaethje
Peso-palha: Jéssica Bate-Estaca x Rose Namajunas
Peso-pesado: Greg Hardy x Yorgan De Castro
Peso-meio-médio: Vicente Luque x Niko Price
Peso-pena: Jeremy Stephens x Calvin Kattar
Peso-pesado: Francis Ngannou x Jairzinho Rozenstruik
Peso-médio: Ronaldo Jacaré x Uriah Hall
Peso-leve: Alexander Hernandez x Omar Morales
Peso-galo: Ray Borg x Marlon Vera
Peso-leve: Michael Johnson vs. Khama Worthy
Peso-galo: Sijara Eubanks x Sarah Moras
Peso-meio-pesado: Sam Alvey x Ryan Spann

Local é considerado estado soberano e não precisa se submeter ao veto da Califórnia a eventos de MMA

Mas qual a explicação para essa opção? Pois bem, o cassino já é uma tradicional base para eventos de MMA, tendo já sediado eventos do antigo WEC, organização que já revelou nomes como o do brasileiro José Aldo, entre outros, como Urijah Faber e Dominick Cruz, por exemplo.

E o mais relevante nesses tempos de restrições a eventos esportivos nos Estados Unidos, no caso, é que o Tachi Palace Casino Resort pertence à tribo Tachi-Yokut, parte da Comunidade Indígena Santa Rosa, reconhecida pelo governo federal daquele país como estado soberano e, portanto, sem obrigação de se submeter às leis do governo estadual. Logo, o decreto da Comissão Atlética do Estado da Califórnia de cancelar todos os eventos de MMA no estado, devido aos riscos de contaminação por Covid-19, não precisa ser seguido ali.

O estado da Califórnia já teve mais de 17 mil pessoas infectadas pelo novo coronavírus e mais de 420 mortos até terça-feira, destaca o site Combate.

Mas vale lembrar que o Tachi Palace fechou as portas de seu cassino e hotel em 20 de março justamente por preocupações com a pandemia. Porém, confirma o site da Globo, a arena ainda estava disponível.

Ibirapuera deixa de ser opção para sediar evento seguinte do UFC

Mas se aparentemente a situação está resolvida para o UFC 249, em relação à edição seguinte, 250, prevista para ser realizada em 9 de maio no Brasil, mais precisamente em São Paulo, Dana White terá que definir outro local para a realização do evento. É até provável que ocorra na própria arena do Tachi Palace Casino Resort.

Isso porque a Secretaria de Esportes do Estado de São Paulo confirmou ao site Combate que o Ginásio do Ibirapuera não é mais opção, uma vez que no chamado Complexo Desportivo Constâncio Vaz Guimarães, onde está localizada a arena, será construído um hospital de campanha para atendimento de infectados pelo novo coronavírus.

Logo, obviamente isso inviabiliza a realização de qualquer evento no ginásio, incluindo, claro, o UFC 250. O Ibirapuera foi cedido à Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo até o mês de setembro.

Card do UFC 250, previsto para 9 de maio

Peso-galo: Henry Cejudo x José Aldo
Peso-pena: Amanda Nunes x Felícia Spencer
Peso-pesado: Alexey Oleynik x Fabrício Werdum
Peso-galo: Ketlen Vieira x Marion Reneau
Peso-pesado: Augusto Sakai x Blagoy Ivanov
Peso-galo: Bethe Correia x Pannie Kianzad
Peso-meio-pesado: Maurício Shogun x Rogério Minotouro
Peso-pesado: Carlos Boi x Sergey Spivak

Acesse apostas esportivas no site do Betmotion.

Além disso, confira, também, a nossa seção de Análises e Palpites.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *