Início » Colunas » Coluna do Verchai » Liverpool e Bayern avançam às quartas da Champions

Liverpool e Bayern avançam às quartas da Champions

Fernando Verchai

Liverpool e Bayern de Munique são os primeiros times classificados às quartas de final da Uefa Champions League 2021/2022.

bandeira da torcida do liverpool em anfield com imagem de salah

Liverpool perde em Anfield para Inter de Milão, mas avança às quartas da Champions 2021/2022 (Divulgação/UCL)

Alemães avançaram com goleada, enquanto Reds tiveram mais dificuldade, foram derrotados em casa, mas ainda assim se garantiram na próxima fase.

BM Champions League - apostar Betmotion

Internazionale de Milão interrompe série invicta dos Reds em Anfield, mas não evita eliminação

Nesta terça-feira (8), Liverpool recebeu a Inter de Milão em Anfield Road, na Inglaterra, em confronto válido pela partida de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões. Com a vitória por 2 a 0 na partida de ida, disputada no San Siro, na Itália, o Liverpool podia até perder por 1 gol que ainda avançava às quartas de final da Liga dos Campeões, mas defendia uma invencibilidade de 28 jogos atuando ao lado da torcida (a última derrota em Anfield havia acontecido há um ano, pela 27ª rodada da Premier League 2020/21, diante do Fulham). No entanto, assim como na primeira partida, na Itália, a Inter conseguiu equilibrar sua intensidade com a do Liverpool e deixou a equipe comandada pelo alemão Jürgen Klopp em situação bastante confortável, como não se via há muito tempo. Apostando em Alexis Sánchez para fazer dupla de ataque com Lautaro Martínez, o técnico Simone Inzaghi conseguiu evitar que o Liverpool se sentisse confortável na saída de bola e, com isso, ficasse a vontade para fazer uma blitz no campo de ataque. Mesmo assim, as melhores chances de balançar as redes, ao menos no primeiro tempo, foram da equipe inglesa. Em uma bola parada, sempre cobrada por Alexander-Arnold, Matip apareceu bem na área para cabecear e o goleiro Handanovic nada pôde fazer, apenas acompanhou, com os olhos, a bola bater caprichosamente no travessão e ser afastada por Perisic em seguida. Mas a Internazionale não estava apenas assistindo o Liverpool jogar. Também em uma bola parada, Çalhanoglu bateu cruzado e ninguém chegou para desviar, mas a bola ia acabar no fundo das redes se Alisson não aparecesse para intervir. Sem gols no primeiro tempo, o Liverpool foi para o intervalo em boas condições na partida, enquanto a Inter sabia que teria que intensificar a pressão no segundo tempo para tentar buscar a classificação. Exatamente por isso o técnico Simone Inzaghi voltou para o segundo tempo com o lateral Danilo D’Ambrosio no lugar do zagueiro Stefan de Vrij, de forma que o também lateral Denzel Dumfries ganhou mais liberdade nas suas subidas ao campo de ataque, mas isso possibilitou mais espaços ao Liverpool, que teve a primeira chance de marcar no segundo tempo: Handanovic chegou antes de Diogo Jota para cortar passe açucarado de Thiago, mas a bola sobrou para Salah, que conseguiu tirar dos dois defensores que estavam embaixo da trave, cobrindo o goleiro, mas parou na trave. Só que a Inter também teve os seus espaços e, em uma roubada de bola no campo de ataque, Sánchez encontrou Lautaro Martínez com espaço na entrada da área e o argentino não titubeou: soltou o pé antes da chegada de Virgil van Dijk e acertou o ângulo para marcar um golaço aos 15 minutos do segundo tempo. Era tudo o que a equipe italiana precisava para devolver o 2 a 0 sofrido em casa na partida de ida e levar a decisão para a prorrogação, mas, apenas um minuto após o gol, Alexis Sánchez exagerou na vontade, acertou Fabinho com as travas da chuteira, recebeu o segundo cartão amarelo (o primeiro também foi por solada, em Thiago Alcântara) e acabou expulso. Com um a menos, a Internazionale não teve força para buscar o segundo gol e se livrou de levar o empate: em um contra-ataque, Mané deixou Salah na cara do gol, mas o egípcio mais uma vez acertou a trave. A partida terminou em vitória da Inter por 1 a 0, que manteve o Liverpool em vantagem no placar agregado (2 a 1) e, assim, deu a classificação aos Reds.

Bayern confirma vaga contra o Salzburg com placar que traz más lembranças aos brasileiros

Também nesta terça-feira (8) o Bayern de Munique fez sua partida de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões, na Allianz Arena, na Alemanha, contra o Red Bull Salzburg, e despachou a equipe austríaca da competição mais importante da Europa. Depois do empate, por 1 a 1, na Áustria, que teve gosto de derrota para a equipe da Red Bull, o Salzburg não se acanhou diante do Bayern de Munique na Alemanha e foi em busca da vitória: logo no primeiro minuto do confronto, Nicolás Capaldo recebeu na entrada da pequena área, cara a cara com Manuel Neuer, mas foi travado por Kingsley Coman em uma intervenção milagrosa do atacante francês. Mas o susto acabou servindo como um sinal de alerta para o Bayern, que tomou a posse de bola e tocou até encontrar o melhor espaço: em outra aparição de Coman, Lewandowski recebeu na área, girou pra cima da marcação e acabou sendo derrubado na hora da finalização: pênalti. Na cobrança, o polonês abriu o placar para o Bayern. Poucos minutos mais tarde, o mesmo zagueiro do Salzburg, Maximilian Wober, voltou a derrubar Lewandowski na área e, mais uma vez, o polonês não desperdiçou a cobrança, fazendo 2 a 0 para os bávaros. Apenas dois minutos depois, em um intervalo de pouco mais de 10 minutos em relação ao primeiro gol, Lewandowski se tornou o jogador mais rápido a marcar um hat-trick na Liga dos Campeões. Depois daí, o agora artilheiro da Liga dos Campeões 2021/22, Robert Lewandowski, com 12 gols marcados, sossegou, mas o Bayern de Munique não. Ainda no primeiro tempo, Sèrge Gnabry fez 4 a 0 para o Gigante da Bavária. No segundo tempo, Leroy Sané e Thomas Müller, duas vezes, marcaram para o Bayern de Munique. Como Maurits Kjaergaard marcou o chamado gol de honra para o Salzburg, o placar da partida foi de 7 a 1 para o Bayern, trazendo más lembranças para os brasileiros, que certamente se solidarizam com os torcedores do Salzburg. Com o placar elástico, o Bayern de Munique garantiu seu lugar nas quartas de final da Liga dos Campeões, assim como o Liverpool.

E nesta quarta-feira (9), às 17 horas (de Brasília), acontecem mais dois jogos das oitavas de final da Liga dos Campeões, que vão garantir mais dois times nas quartas de final. A TNT transmite, na TV fechada, o confronto mais aguardado destas oitavas de final, entre Real Madrid e Paris Saint-Germain, que acontece no Santiago Bernabéu (com a vitória por 1 a 0 na partida de ida, o PSG depende de um empate para avançar). Também na TV fechada, o Space transmite a partida entre Manchester City e Sporting, que acontece no Etihad Stadium e já está praticamente definida depois da goleada por 5 a 0 da equipe de Guardiola na partida de ida. E na próxima semana (entre os dias 15 e 16) acontecem os outros quatro confrontos que definirão todos os classificados para as quartas de final da Liga dos Campeões.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.