Tiago Nunes já é criticado nos bastidores do Timão

Rogerio Jovaneli
Rogerio Jovaneli

As atividades no CT Dr. Joaquim Grava estão suspensas por tempo indeterminado, mas os bastidores do Corinthians seguem quentes. Reportagem do site “Meu Timão”, que ouviu membros da comissão técnica, pessoas próximas ao presidente Andrés Sanchez, assessores, agentes de atletas e pessoas no entorno de Tiago Nunes, revela insatisfações internas quanto ao trabalho do treinador corintiano.

Tiago Nunes passando instruções ao jogador Cantillo, durante treino do Corinthians. Técnico estaria sendo contestado nos bastidores (Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians)

Eliminado na primeira fase da Libertadores, o Corinthians está perto de cair precocemente também no Paulista (paralisado devido ao coronavírus).

Tal cenário já gera contestação a Tiago Nunes nos bastidores. De acordo com o site, as queixas envolvem tempo de duração dos treinos, considerado exagerado, ultrapassando duas horas e meia e algumas decisões em escalações e substituições de jogadores nas partidas.

Decisões de Tiago Nunes que geram críticas

O “Meu Timão” menciona alguns casos, como, por exemplo, quando Tiago Nunes barrou o centroavante Mauro Boselli, artilheiro do time, deixando-o no banco contra o Santo André. O argentino entrou no segundo tempo e empatou o jogo.

Em outra partida, empate por 1 a 1 com o Novorizontino, o técnico barrou Camacho, que fazia uma regular dupla de volantes com o colombiano Cantillo, ambos com boa qualidade de passe, ajudando o setor ofensivo, para a entrada de Gabriel, jogador exclusivamente de marcação que, na etapa final, acabou substituído, só que para a entrada de Éderson, recém-contratado e sem ritmo de jogo, com Camacho seguindo na reserva.

Inclusive, nesse mesmo jogo entrou Araos, jogador chileno que estava fora dos planos de Tiago Nunes, enquanto Vagner Love seguiu no banco. Araos voltou a ser opção, entrando na última partida, na Arena Corinthians, quando o Timão precisava de gol para vencer o Ituano e no entanto amargou novo empate por 1 a 1, outro péssimo resultado.

Também há questionamentos sobre a opção por Carlos Augusto, zagueiro-lateral que até havia sido liberado para negociar a sua ida ao futebol italiano. O jovem Lucas Piton foi preterido, enquanto Carlos entrou como titular contra Novorizontino e Ituano.

Ainda segundo o site, haveria arrependimento no Corinthians por ter dado tanta liberdade de decisão sobre o time a Tiago Nunes. A chamada “carta branca”.

Acesse apostas esportivas no site do Betmotion.

Além disso, confira, também, a nossa seção de Análises e Palpites.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *