Para Klopp, Liverpool x Atlético de Madrid foi “ato criminoso”

Rogerio Jovaneli
Rogerio Jovaneli

Não foi só o ex-jogador e diretor técnico do Milan, Paolo Maldini, que criticou em entrevista recente a realização de Liverpool e Atlético de Madrid, pela Champions League, com presença de torcida (uma parte dela vinda da Espanha, além dos ingleses locais). Um “ato criminoso”, definiu o igualmente crítico técnico dos Reds, Jürgen Klopp.

A declaração veio à tona por meio do colega de Premier League, o técnico italiano Carlo Ancelotti, que ouviu do companheiro de profissão a afirmação sobre aquela partida, disputada na Inglaterra já em meio à pandemia do novo coronavírus (COVID-19).

“Klopp me disse que ter disputado aquele Liverpool x Atlético naquelas condições foi um ato criminoso. Eu penso que ele tem razão”, declarou Ancelotti ao jornal italiano Corriere dello Sport.

Disputada no dia 11 de março, em um lotado estádio Anfield, em Liverpool, o confronto de volta entre ingleses e espanhóis marcou a eliminação do time mandante nas oitavas de final da Champions League, ao ser derrotado ali pelo Atlético por 3 a 2 (placar final da partida, que foi à prorrogação).

Klopp externou preocupação em entrevista ao site do Liverpool

Em entrevista ao site do Liverpool, publicada na última sexta, Klopp deu a seguinte declaração:

“Faz duas semanas, mas parece que faz muito tempo que jogamos contra o Atlético. Lembro-me que todos sabíamos da situação com o coronavírus em todo o mundo, mas ainda estávamos ‘em nosso túnel’, e até então isso realmente não havia vindo à nossa mente… Mas então, na segunda-feira de manhã, acordei e ouvi sobre a situação em Madri, que eles fechariam as escolas e universidades a partir de quarta-feira, por isso era realmente estranho se preparar para aquele jogo, para ser honesto. Normalmente não me incomodo com as coisas ao redor, consigo construir barreiras à direita e à esquerda quando me preparo para um jogo, mas naquele momento foi realmente difícil.”

Em entrevista ao jornal Corriere della Sera, o ex-zagueiro (craque) e atual diretor técnico do Milan, Paolo Maldini, infectado com COVID-19, reclamou de parada tardia do futebol e criticou fortemente a realização de partidas da Champions, entre as quais Liverpool x Atlético.

“O futebol tinha que ter parado mais cedo. Foi loucura Liverpool e Atlético de Madrid com torcida, pela Liga dos Campeões, com quatro mil torcedores da Espanha – país que já era uma zona de foco do vírus – chegando à Inglaterra”, afirmou.

Acesse apostas esportivas no site do Betmotion.

Além disso, confira, também, a nossa seção de Análises e Palpites.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *