Governo dá sinal verde para volta “segura” do futebol inglês

Rogerio Jovaneli
Rogerio Jovaneli

Em comunicado à imprensa, após reunião virtual com representantes da liga inglesa de futebol, o secretário de Cultura do governo britânico Oliver Dowden deu sinal verde para que ela retome a temporada a partir do mês de junho.

(Foto: reprodução/site MUFC)

“O governo está abrindo as portas para que o futebol competitivo retorne com segurança em junho”, declarou o político.

Contudo, para que isso vire realidade, a Premier League precisará atender a uma série de exigências por ele impostas no encontro virtual, como, por exemplo, a transmissão gratuita dos jogos, para que toda a população possa ter acesso ao entretenimento durante a pandemia.

Também foi pedido que a liga divida os lucros do futebol e de possíveis futuros acordos comerciais com a EFL, que organiza as três divisões inferiores.

“Precisa incluir amplo acesso aos torcedores à cobertura ao vivo e garantir que os ganhos provenientes da retomada do esporte apoiem a família do futebol em geral”, disse.

De acordo com o jornal The Guardian, a Premier League já iniciou conversas com as emissoras detentoras dos direitos de transmissão do Campeonato Inglês no país, como Sky Sports e BT Sports, para definirem uma solução.

A ideia do governo britânico é que todos os jogos restantes da temporada sejam liberados para canais abertos e/ou plataformas de streaming na internet.

Apesar do aval, o secretário não estipulou uma data para a volta do Campeonato Inglês, que foi paralisada em 13 de março, até porque não há consenso entre clubes, técnicos e jogadores.

Em caso de entendimento, a organização da Premier League deverá organizar o retorno, atendendo a medidas sanitárias e de segurança, tendo à disposição o suporte do governo.

Restam 92 partidas a serem disputadas na atual temporada do Inglês. O Liverpool lidera com 82 pontos, contra 57 do vice Manchester City.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *