Início » Esportes » Futebol Nacional » Fernando Diniz fala de pandemia e prega menos desigualdade

Fernando Diniz fala de pandemia e prega menos desigualdade

Rogerio Jovaneli

Em tempos de pandemia mundial de novo coronavírus e consequente ausência de futebol na televisão, é natural que as pessoas estejam com saudade de ver novamente os seus times jogarem. Mas a crise mundial pela COVID-19 é também uma oportunidade para boas discussões e reflexões além da bola. Foi o que fez o técnico do São Paulo Fernando Diniz nesta quinta-feira, falando ao vivo à ESPN Brasil.

Fernando Diniz, técnico do São Paulo (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)

O canal esportivo adaptou a sua programação ao momento atual, que pede isolamento social das pessoas, inclusive de seus funcionários, e com isso os comentaristas têm participado via Skype de suas casas. Assim foi nesta quinta em uma edição “de casa” do programa “SportsCenter” que teve como um dos convidados online ali o treinador tricolor.

Diniz falou de futebol, claro, do São Paulo, mas também sobre o que espera que aconteça quando a pandemia do novo coronavírus terminar.

Conhecido por ser um defensor da beleza do jogo de futebol e por isso pregar algo além do resultado, Diniz também mostrou seu inconformismo com os problemas da sociedade.

“Espero que a sociedade, não só do Brasil, mas mundial, perceba que o mundo é cada vez mais uma ilha. Todas as pessoas precisam umas das outras. Essa desigualdade social no mundo não tem razão de ser. Podemos distribuir melhor a riqueza do mundo. O mundo produz muita riqueza, mas quanto mais riqueza a gente produz maior fica a desigualdade. A sociedade tem de repensar e procurar diminuir a desigualdade. No fundo, temos de viver cada vez mais em comunidade e se respeitando. Tentar viver de uma maneira mais equilibrada”, pregou Diniz.

Assim, técnico provou que entende não só de bola, mas da vida. De humanidade. Boa reflexão, Fernando Diniz!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.