Sem Federer e Nadal, inicia hoje o US Open em Nova York

Rogerio Jovaneli
Rogerio Jovaneli

Primeiro torneio de Grand Slam de tênis a ser disputado em meio à pandemia do novo coronavírus, o US Open começa nesta segunda (30), na “bolha” montada no complexo Billie Jean King, em Nova York, cheio de protocolos de segurança, sem presença de público e com desfalques de peso.

Sem Roger Federer e Rafael Nadal, Novak Djokovic é o grande favorito ao título entre os homens no US Open (Reprodução: Instagram/US Open)

Naturalmente, sem Roger Federer e Rafael Nadal (atual campeão do torneio), duas grandes estrelas ausentes, o sérvio Novak Djokovic – que, por sinal, já foi infectado pelo vírus da Covid-19 – desponta como o grande favorito ao título de simples entre os homens no Aberto dos Estados Unidos. Ele é o atual número 1 do mundo.

Vale ficar ligado também no austríaco Dominic Thiem, número 3, que pode brigar pelo título em Flushing Meadows, bem como o grego Stefano Tsitsipas.

Entre as mulheres, a expectativa é que Serena Williams igualmente possa se aproveitar de ausências importantes, como por exemplo, da atual número um da WTA, Ashleigh Barry, para faturar o torneio, que também não contará com a atual campeã, Bianca Andreescu,

Se Serena Williams ganhar o US Open, fará história ao igualar a lendária tenista Margaret Court, com 24 títulos de torneios Grand Slam.

Além dela, também estão no páreo pelo troféu Sofia Kenin, campeã do Astralian Open deste ano, além de Naomi Osaka e Karolina Pliskova.

Acesse apostas esportivas no site do Betmotion.

Além disso, confira, também, a nossa página betmotionbr no Instagram, com bônus, dicas e promoções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *