Início » Esportes » Futebol Nacional » Diretoria e atletas do Fortaleza cortam salário para ajudar clube

Diretoria e atletas do Fortaleza cortam salário para ajudar clube

Rogerio Jovaneli

Tentando organizar as contas diante dos prejuízos pela paralisação do futebol (justificada, afinal vivemos uma pandemia do novo coronavírus), o Fortaleza conseguiu chegar a um acordo financeiro com atletas e demais integrantes do clube. Tudo para poder honrar compromissos e não ter de realizar demissão de funcionários.

Rogério Ceni, técnico do Fortaleza, durante partida do time (Reprodução: site do Fortaleza)

Assim, segundo anunciou o clube, inclusive via Twitter (ver abaixo), foi criada a chamada “Rede de Proteção ao Funcionário (RPF) Tricolor, no qual jogadores e pessoas ligadas ao futebol, incluindo a própria diretoria, toparam cortar parte de seus salários. No caso dos atletas, com porcentuais a serem pagos, futuramente, após a crise.

Como irá funcionar:

– Jogadores receberão 25% do salário de março somente quando a crise passar.

–  Em abril, os atletas abrirão mão de 10% do salário em definitivo e de outros 15% provisoriamente, até a crise passar.

– Diretores e executivos remunerados abriram mão em definitivo de 15% dos vencimentos do mês de abril.

Acesse apostas esportivas no site do Betmotion.

Além disso, confira, também, a nossa seção de Análises e Palpites.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.