Derrotado, Cruzeiro está na zona de rebaixamento à Série C

Rogerio Jovaneli
Rogerio Jovaneli

Derrotado pelo líder Cuiabá na noite do último sábado (3), com gol no último minuto, o Cruzeiro está na zona de rebaixamento à Série C.

O time, que iniciou a Série B com -6 pontos, após punição da Fifa pelo não pagamento de dívida ao Al Wahda pelo empréstimo de seis meses do volante Denilson em 2016, vive uma situação dramática, hoje longe de qualquer briga pelo acesso, com apenas 11 pontos, e ainda passa a correr risco de cair à Terceira Divisão.

Ney Franco, técnico do Cruzeiro, que amarga a zona de rebaixamento à Série C (Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)

Já o Cuiabá, com o gol de Filipe Marques em contra-ataque eficiente contra a Raposa, foi a 28 pontos, ampliando a vantagem na liderança. Para se ter uma ideia, as três equipes mais próximas do Dourado – Chapecoense, Juventude e Paraná – têm 22 pontos.

No caso da Chape, com dois jogos a menos. De todo modo, a posição é confortável da equipe mato-grossense, que possui atualmente sete pontos de vantagem sobre a primeira equipe fora do G4, Ponte Preta, com 21.

Próximos jogos:

O líder Cuiabá volta a campo já nesta terça-feira (6), às 19h15, em Caxias do Sul, visitando justamente um dos times do G4, o Juventude.

Já o Cruzeiro, de Ney Franco, recebe no Mineirão o Sampaio Corrêa, que possui os mesmos 11 pontos da Raposa, estando uma posição abaixo pelo número inferior de vitórias. O jogo acontece na quinta-feira (8), às 18h30.

Acesse apostas esportivas no site do Betmotion.

Além disso, confira, também, a nossa página betmotionbr no Instagram, com bônus, dicas e promoções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *