Previsão das quartas do Paulista: jogos de quinta-feira (30)

Fernando Verchai
Fernando Verchai

RB Bragantino x Corinthians

Neste domingo (26) foi disputada a última (12ª) rodada da fase de grupos do Campeonato Paulista, e o Corinthians foi uma das maiores surpresas entre as equipes que se classificaram para as quartas de final.

Diante do RB Bragantino, o atacante Jô tem boas chances de iniciar como titular do Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr / Agência Corinthians)

O alvinegro paulista precisava tirar uma vantagem de 5 pontos do Guarani, faltando apenas 2 rodadas para o fim da fase de grupos (ou seja, 6 pontos em disputa). Mas o time de Tiago Nunes mostrou que também sabe “apelar” para o velho estilo retranca, e a mudança deu resultado nas duas rodadas desde a volta da competição estadual: duas vitórias (contra Palmeiras e Oeste). Foi no sufoco, mas o Corinthians fez o que precisou para vencer, e contou com a ajuda do Guarani, que perdeu nas duas últimas rodadas e deixou escapar a chance de estar no mata-mata do estadual. Melhor para o Corinthians, que segue na busca pelo quarto título consecutivo do Paulista, algo que apenas o Paulistano conseguiu, há quase 100 anos.

Nas quartas de final, o Corinthians enfrenta a equipe do RB Bragantino, que terminou a fase de grupos na liderança da classificação geral. A marca garante à equipe de Bragança decidir as partidas do mata-mata em casa, mas a cidade interiorana não poderá receber os jogos por conta da pandemia e, portanto, o Bragantino terá de mandar os seus jogos para outro local. Nesta quinta-feira (30), às 19 horas, o Red Bull recebe o Corinthians no Morumbi, com transmissão exclusiva do Premiere FC. Mesmo estádio no qual a equipe venceu o São Paulo, na 11ª rodada, por 2-3. O RB Bragantino chega embalado por uma sequência de 5 vitórias, 2 delas na volta do futebol (“pós-pandemia”). A equipe do interior recebeu investimento pesado na temporada passada, conquistou o título da Série B do Brasileirão (2019), e certamente sonha com o título estadual neste ano. Para vencer nesta quinta-feira, o Bragantino conta com o artilheiro da competição, com 7 gols: Ytalo.

O Corinthians, por sua vez, deve voltar a apostar na defesa para vencer o RB Bragantino e avançar às semifinais. A equipe de Tiago Nunes mostrou que pode suportar a pressão na vitória sobre o Palmeiras, pela 11ª rodada da fase de grupos. Cássio voltou a ser destaque da equipe com grandes defesas nas partidas decisivas e, da mesma forma, Danilo Avelar voltou a ser decisivo com seus gols de cabeça. E para a partida diante do RB Bragantino, o Corinthians poderá contar com o atacante Jô pela primeira vez, o qual tem boas chances de iniciar como titular por conta da contusão de Boselli no último jogo. Além dele, o volante Cantillo também está à disposição e pode aparecer entre os 11 títulares.

Santos x Ponte Preta

Assim como o Corinthians, a Ponte Preta também foi uma grande surpresa na fase de mata-mata do Paulista. A equipe de Campinas se superou nas duas últimas rodadas, que aconteceram após a paralisação (ocorrida em março), conquistando os 6 pontos que disputou e dando um salto na tabela: da última colocação na tabela geral de classificação (com um pé no rebaixamento), para 2º colocado no grupo A (classificado para o mata-mata). A Ponte Preta também contou com uma derrota do Água Santa (equipe que acabou rebaixada) na última rodada, para o Palmeiras, para conquistar a classificação. Quando a competição retornou, já na 11ª rodada, a Ponte estava há uma simples derrota do rebaixamento. No entanto, a equipe conseguiu se manter na Série A do Paulista com duas vitórias consecutivas e, nesta quinta-feira, a Macaca enfrenta o Santos, pelas quartas de final, às 21h30, na Vila Belmiro, com transmissão da SporTV.

“Estamos totalmente focados na partida. Vamos entrar com força, garra e determinação. Vamos manter a mesma pegada desses últimos jogos e buscar a classificação que é o nosso objetivo” foram as palavras de Dawhan, volante da equipe interiorana. Esta mesma determinação mencionada pelo jogador também foi destacada pelo técnico da equipe, João Brigatti, que admitiu ter ficado com medo do rebaixamento: “Lógico, Passava pela nossa cabeça uma preocupação muito grande! Eu não queria jamais manchar minha imagem de carreira, principalmente com rebaixamento na Ponte Preta (time de coração). Então estamos felizes, até ficamos emocionados aqui. E eu ponho como ponto forte a entrega e a identidade que se criou dentro desse clube” disse o treinador da Macaca em sua última entrevista. João Brigatti ainda fez questão de ressaltar a tradição da equipe, que está acostumada a disputar competições do mais alto nível técnico e certamente será um adversário difícil de ser batido.

Pelo lado santista, o técnico Jesualdo Ferreira destacou o bom momento vivido pela Ponte Preta e afirmou que sua equipe precisará estar no mais alto nível para vencer o confronto. O treinador português também mostrou preocupação com o fato de sua equipe ter perdido ao menos um jogador, expulso, nas últimas 3 partidas. Na última partida do Santos, a equipe vencia o Grêmio Novorizontino por 2 a 0 no primeiro tempo, até perder um jogador expulso e sofrer a virada na etapa final. Portanto, Jesualdo Ferreira deve focar no lado emocional da equipe, para que seus jogadores consigam aproveitar a vantagem de jogar a partida única das quartas de final como mandante, pois terminou a primeira fase do Paulista na liderança do grupo A.

A equipe do alvinegro praiano se apresentou no CT Rei Pelé nesta segunda-feira, um dia após a derrota para o Grêmio Novorizontino, por 3-2, no domingo (26). Os titulares do confronto participaram apenas de um trabalho regenerativo, enquanto os demais jogadores fizeram treino tático em campo reduzido. Para a partida decisiva de quinta-feira, contra a Ponte Preta, Jesualdo não conta com o atacante Uribe, que estará cumprindo suspensão, mas terá o retorno do meia Carlos Sánchez, que cumpriu sua suspensão no último jogo. Assim, o Santos deve ir à campo com: Vladimir no gol; Pará, Luan Peres, Lucas Veríssimo e Felipe Jonatan na linha defensiva; Alisson (ou Jobson), Diego Pituca e Carlos Sánchez; e Yeferson Soteldo, Marinho e Arthur Gomes (ou Raniel). Éverson e Eduardo Sasha, os únicos jogadores que buscaram a rescisão de contrato por conta de atrasos e redução unilateral nos salários, são os únicos que seguem afastados pelo clube.

Acesse apostas esportivas no site do Betmotion.

Além disso, confira, também, a nossa página betmotionbr no Instagram, com bônus, dicas e promoções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *