Paraná x Chape é destaque nesta terça de Série B

Fernando Verchai
Fernando Verchai

CRB e América Mineiro empataram sem gols na abertura da rodada.

Nesta segunda-feira (28), o América Mineiro foi até o Estádio Rei Pelé, em Maceió, para enfrentar o CRB na abertura da 12ª rodada da Série B.

Com apenas 2 pontos separando as equipes na tabela de classificação, ambas estavam em busca da vitória para se estabelecerem no G4. Por conta disso, a partida foi bastante movimentada, com chance para os dois lados, mas ninguém conseguiu balançar as redes. Muito por culpa dos goleiros Edson Mardden (do CRB) e Matheus Cavichioli (do América), que fizeram grandes defesas durante a partida. O primeiro a ser testado foi o goleiro da equipe mineira, em pancada do artilheiro da Série B, Léo Gamalho (com 8 gols), de fora da área, mas Cavichioli fez a defesa com tranquilidade. À partir de então o América começou a controlar a partida e ser mais perigoso no campo ofensivo, mas faltou pontaria. Na melhor oportunidade, quando Alê encontrou Marcelo Toscano em boas condições na grande área, o camisa 9 do Coelho, pressionado, não conseguiu finalizar como gostaria e mandou por cima do gol. E se o primeiro tempo foi movimentado, as coisas esquentaram ainda mais depois do intervalo. Foi na etapa final que os goleiros fizeram defesas de todas as formas para garantirem que suas equipes não seriam derrotadas: em pancadas de fora da área, cabeceios, cobranças de falta e até finalizações na cara do gol. Não teve jeito de mexer no placar, e a partida terminou mesmo empatada em 0 a 0. Com o resultado, o América Mineiro dormiu na 4ª colocação da tabela, mas ainda pode perder até 3 colocações no decorrer da rodada. Já o CRB, que tem 1 partida a menos por não ter enfrentado a Chapecoense na 9ª rodada (a partida foi adiada para o dia 14 de outubro), ocupa neste momento a 8ª posição, mas, assim como o América, ainda pode perder 3 colocações até o fim da rodada. E, assim como vem se tornando corriqueiro no futebol, o técnico Marcelo Cabo afirmou que o maior adversário do CRB está sendo o desgaste físico: “a gente jogou hoje o terceiro jogo em seis dias, com uma viagem muito desgastante para Ribeirão Preto”, onde o Galo alagoano enfrentou o Botafogo-SP, na última sexta-feira (25).

Paraná e Chapecoense se enfrentam pensando na liderança da Série B.

Nesta terça-feira, 7 partidas vão movimentar a 12ª rodada da Série B. Entre alguns confrontos interessantes, o duelo entre Paraná e Chapecoense, na Vila Capanema, em Curitiba, se destaca por envolver duas equipes que lutam na parte de cima da tabela e visam a liderança do campeonato. 1 ponto atrás do líder (Cuiabá), uma vitória tem boas chances de colocar o Paraná no topo da tabela de classificação, uma vez que o Cuiabá também terá uma partida difícil pela frente. O tricolor paranaense possui sistemas muito bem equilibrados e é sempre muito forte quando atua em seus domínios, mas o adversário certamente será dos mais indigestos. A Chapecoense ocupa a 5ª posição e não pode alcançar a 1ª colocação, pois está 4 pontos atrás do líder. No entanto, a equipe catarinense poderia até estar na liderança da competição neste momento, pois tem 2 partidas a menos em relação às demais equipes por não ter entrado em campo nas 2ª e 9ª rodadas (ou seja, poderia estar somando 6 pontos a mais e, consequentemente, estaria 2 à frente do Cuiabá). Em 9 partidas disputadas, a Chape perdeu apenas 1 vez (exatamente para o atual líder), empatou 3 e venceu 5. Como está invicta há 6 partidas, a equipe de Santa Catarina tem boas chances de arrancar ao menos um empate, até porque ostenta a defesa menos vazada da competição (com apenas 3 gols sofridos nas 9 partidas disputadas). Tendo em vista as estatísticas, a probabilidade é de que esta partida seja definida nos detalhes, com um levíssimo favoritismo da equipe da casa.

Outros jogos desta terça-feira:

Às 19h15 desta terça acontece o clássico catarinense entre Avaí e Figueirense, na Ressacada. Na 12ª posição, o Leão da Ilha, que vem de vitória sobre o Cruzeiro, busca mais 3 pontos para se distanciar ainda mais da parte baixa da tabela e, à partir de então, passar a sonhar com coisas maiores dentro da competição. Do outro lado, o Figueirense (15º) busca a segunda vitória sob o comando de Elano Blumer, sonhando em se distanciar ainda mais da zona de rebaixamento.

No mesmo horário do clássico catarinense acontecem outras duas partidas: o Vitória (6º colocado) recebe o CSA (14º) no Barradão, em Salvador; e o Juventude (9º) enfrenta o Operário Ferroviário (7º) no Estádio Alfredo Jaconi, no Rio Grande do Sul. Quem vencer esta partida cola no G4 e pode até terminar a rodada na zona de classificação para a Série A.

Às 20h30, Oeste (lanterna) e Botafogo-SP (18º) fazem o famoso “jogo dos desesperados”, pois ambos precisam desesperadamente da vitória para ter uma chance de respirar fora da zona de rebaixamento. No campeonato Paulista, o Oeste terminou rebaixado, enquanto o Botafogo-SP escapou de terminar na Série A2 do estadual por conta do saldo de gols (a situação é feia).

Às 21h30, no mesmo horário de Paraná x Chapecoense, o Guarani (16º) recebe o Sampaio Corrêa (19º) para mais um confronto entre equipes que lutam contra o rebaixamento, ao menos até este momento. Como não entrou em campo em 3 rodadas (4ª, 5ª e 11ª), a situação da equipe maranhense, visitante nesta partida, ainda é totalmente possível de ser revertida, até porque a equipe vive sequência de 4 jogos sem perder. Do outro lado, porém, o Guarani não vence há 3 rodadas e a pressão por uma vitória pode acabar desestabilizando uma equipe que já tem se mostrado bastante instável.

Finalmente, encerrando as partidas desta terça-feira (29), às 22h30, o Cuiabá (atual líder) enfrenta o Náutico (10º colocado) em casa, na Arena Pantanal (Mato Grosso). Até mesmo por atuar em seu domínio, o Cuiabá apresenta bom favoritismo para o duelo, mas o Náutico é um adversário que pode acabar surpreendendo o atual líder.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *