Internacional dispara e assume a ponta do Brasileiro

Fernando Verchai
Fernando Verchai

Goleada sobre o São Paulo colocou o colorado na liderança isolada

São Paulo, de Fernando Diniz, leva 5 a 1 do Internacional no Morumbi e perde liderança (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)

Nesta quarta-feira (20), o São Paulo recebeu o Internacional no Morumbi pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro com a expectativa de conquistar os três pontos e voltar a abrir larga vantagem na ponta da tabela de classificação. O confronto direto com o colorado era a grande chance do tricolor de colocar um ponto final em qualquer tipo de especulação sobre problemas na equipe e no comando técnico, mas foi exatamente o oposto. A realidade era que o São Paulo não vencia uma única partida desde a eliminação para o Grêmio na semifinal da Copa do Brasil (um total de cinco partidas), vinha de polêmica após palavras duras do técnico Fernando Diniz para um de seus jogadores mais importantes, Tchê Tchê, e estava diante de uma partida decisiva na busca pelo único título que o São Paulo ainda tem chances de vencer nesta temporada. Do outro lado, um time embalado por uma sequência de seis vitória consecutivas no Campeonato Brasileiro, precisando de apenas mais uma para se isolar na liderança. E o técnico Abel Braga soube muito bem o que fazer para manter a sequência positiva: pressão alta na saída de bola do São Paulo, assim como fez o RB Bragantino na vitória por 4 a 2, pela 28ª rodada. Agora, na partida que era tida quase como uma final, por valer a liderança isolada do campeonato por pontos corridos, o Internacional fez algo muito parecido e também venceu o tricolor paulista por um placar elástico. Com o resultado, o Internacional ultrapassou o São Paulo na tabela de classificação já abrindo dois pontos de vantagem na liderança. O tricolor paulista, por sua vez, não vence há quatro rodadas e precisa urgentemente reorganizar a equipe se ainda quiser ter uma chance de acabar com a seca de títulos, que já se aproxima de dez anos (a última vez que o São Paulo levantou um troféu foi em 2012, quando venceu a Copa Sul-Americana).

Resumo da goleada colorada

Tudo começou com o apito inicial: o time gaúcho se lançou para o ataque e logo no primeiro minuto já levou perigo com dois jogadores muito importantes para o resultado: Patrick Bezerra e Yuri Alberto. No entanto, o Internacional goleou porque mostrou ter um time completo e pronto para ir em busca do título. Quem abriu o placar ainda antes da partida completar dez minutos foi o zagueiro Víctor Cuesta, após cruzamento do lateral-esquerdo Moisés. Com o placar aberto, o São Paulo tentou fazer pressão no campo de ataque, mas encontrou a equipe colorada bem fechada em seu campo de defesa, e pronta para surpreender em contra-ataque. E em um chutão do goleiro Marcelo Lomba direto para o campo de ataque, Patrick deu a chamada “casquinha”, Juanfran não conseguiu interceptar e a bola passou para Yuri Alberto, que girou pra cima da marcação e deu ótimo passe para o garoto Caio Vidal marcar. Depois do segundo gol o São Paulo ficou visivelmente abalado, mas, em uma cobrança de escanteio de Daniel Alves, Reinaldo deu a “casquinha” e o artilheiro Luciano apareceu na segunda trave para testar pro fundo do gol: 2 a 1 no placar. O resultado permaneceu até o segundo tempo, quando Fernando Diniz decidiu ir com tudo para o ataque: o volante Luan foi para a zaga para que Vitor Bueno entrasse no lugar do zagueiro Luan, e Igor Gomes substituiu Gabriel Sara. No entanto, as mudanças não surtiram o efeito esperado. Muito pelo contrário. O São Paulo só perdeu em marcação com Tchê Tchê assumindo o posto de Luan, como primeiro volante, e pouco ou quase nada ganhou em ofensividade. Na verdade, foi em um recuo de Vitor Bueno para tentar armar a jogada que o Inter aumentou a vantagem no placar. Peglow interceptou o passe do meia são paulino, a bola rebateu em Rodrigo Dourado e sobrou para Yuri Alberto, que, livre de marcação na entrada da área, não perdoou e marcou o terceiro do Internacional. Poucos minutos depois, o São Paulo errou no ataque e o Internacional armou o bote com velocidade: outro garoto das categorias de base colorada, Peglow recebeu de Edenílson e deu linda assistência para Yuri Alberto, que escapou nas costas da defesa adversária, limpou o goleiro e ainda virou o rosto antes de empurrar pra rede. Logo na sequência, Daniel Alves errou passe simples, para o lado, e Patrick Bezerra aproveitou para acelerar com Yuri Alberto, que arrancou até invadir a área e bater cruzado para fazer o terceiro dele no jogo. Abatido e sem reação, o São Paulo ficou trocando passes no meio de campo, mas ficou longe de criar qualquer chance clara de descontar e acabou terminando a partida sendo goleado por 5 a 1 pelo Internacional, que marcou uma das maiores derrotas do tricolor no Morumbi.

 

Flamengo x Palmeiras é chance de reação, mas pode colocar o ponto final no sonho de um dos times.

Atuais 4º e 5º colocados, Flamengo e Palmeiras fazem confronto direto na luta pelo G4 (que garante vaga direta na próxima Libertadores da América). Além disso, as equipes também querem um resultado positivo para seguirem sonhando em conquistar o título do Campeonato Brasileiro. No caso do Flamengo, o segundo consecutivo. No entanto, Flamengo e Palmeiras vão precisar de muita atenção para não se comprometerem em um lance “bobo” e, consequentemente, ficarem muito distantes da liderança. Ambos os times estão, neste momento, com duas partidas a menos em relação aos dois primeiros colocados: o Flamengo com sete pontos a menos (podendo assumir a 2ª posição e diminuir para apenas um ponto a distância para o líder) e o Palmeiras com oito de distância (podendo colar no vice-líder com duas vitórias). No entanto, quem sair derrotado praticamente dá adeus para o sonho de título do Brasileirão. Por conta disso, e também por ter tido mais tempo de descanso e jogar em casa, o Flamengo dificilmente vai sair derrotado, pois é uma equipe muito qualificada e organizada em sua forma de jogar, mesmo que ainda não tenha conseguido embalar uma boa sequência. O Palmeiras, por outro lado, apesar de estar embalado, vem em uma sequência ingrata de jogos e tem outras competições para se preocupar. Ainda assim, o Palmeiras pode arrancar um empate ou mesmo uma vitória se souber se aproveitar da pressão que há sobre o Flamengo, que precisa se manter firme na busca pelo título para dar alguma resposta à exigente torcida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *