Inter vence Juventus e cola no líder Milan, que joga hoje

Fernando Verchai
Fernando Verchai

Antonio Conte dá volta em Andrea Pirlo, Inter passeia no San Siro e cola na liderança do Campeonato Italiano

Times de Milão lideram a Serie A italiana (Reprodução: Instagram)

Neste domingo (17), em partida válida 18ª rodada da Série A Tim (primeira divisão italiana), a Inter de Milão passou por cima da Juventus (que busca o 10º título consecutivo) no estádio Giuseppe Meazza (San Siro) e alcançou o mesmo número de pontos do líder Milan.

Uma das figuras de maior destaque da partida, o técnico Antonio Conte, que começou a atual hegemonia da Juventus na temporada 2011/12 (conquistando o tricampeonato na temporada 2013/14, quando então assumiu o comando da Seleção Italiana). Desde então, a Juventus não deixou um único título da Série A escapar, chegando à nona conquista consecutiva na temporada passada (2019/20). No entanto, um de seus maiores rivais contratou (a Inter) contratou o mesmo Antonio Conte para acabar com a hegemonia da Juve, iniciada com ele.

E logo na primeira temporada (2019/20) sob o comando da Internazionale, Conte ficou na 2ª posição da tabela, perdendo o título do Campeonato Italiano por apenas um ponto (83 da Juve contra 82 da Inter). Agora (temporada 2020/21), na reta final do primeiro turno, a Inter está divide a liderança do campeonato com o Milan (ocupando a 2ª posição pelo saldo de gols), abrindo sete pontos de vantagem para a Juventus.

A atual eneacampeã (nove vezes campeã) italiana, por sua vez, só vem caindo de rendimento desde a temporada passada e nem mesmo Cristiano Ronaldo (artilheiro do campeonato com quinze gols) está conseguindo segurar a onda encabeçada por Antonio Conte. O craque português até chegou a balançar as redes na partida deste domingo, logo aos dez minutos do primeiro tempo, aproveitando cruzamento de Federico Chiesa, mas o gol foi invalidado por um impedimento no início do lance. Até parecia que a Juventus conseguiria complicar para a Internazionale, mas apenas dois minutos depois de ter o gol invalidado, sofreu o primeiro gol: Arturo Vidal abriu jogada de ataque para Nicolò Barella na ponta direita e apareceu na área para testar pro fundo da rede.

Os comandados de Antonio Conte pareceram ganhar confiança com o primeiro gol e partiram em busca do segundo. Do outro lado, a equipe comandada por um de seus ídolos, Andrea Pirlo, se mostrou incapaz de furar o bloqueio da Internazioale. Cristiano Ronaldo jogava praticamente sozinho e, quando conseguiu abrir algum espaço em jogada individual, não passou por Handanovic.

No segundo tempo, a Juventus tentou voltar para campo marcando pressão no campo da Internazionale, mas a estratégia não funcionou: Alessandro Bastoni escapou da marcação no campo de defesa e fez lindo lançamento para Nicolò Barella, que saiu nas costas da defesa adversária e só teve o trabalho de deslocar Szczesny para marcar.

Com o 2 a 0 no placar, a Juventus até conseguiu chegar com mais constância ao campo de ataque, mas, sem levar grandes perigos, terminou com a derrota e permanece na 5ª posição, fora da zona de classificação para a Liga dos Campeões.

Pressionado, Milan precisa de vitória fora de casa

Com a vitória sobre a Juventus, a Internazionale chegou aos mesmos 40 pontos do Milan e pressiona o rival local pela liderança da Série A. No entanto, além de seguir na liderança por conta do saldo de gols, o Milan joga pela 18ª rodada nesta segunda-feira (18), podendo voltar a abrir três pontos de vantagem para a Inter.

O astro sueco, Ibrahimovic, deve ser titular nesta segunda, fora de casa, contra o Cagliari (Divulgação: AC Milan)

Por outro lado, a partida é fora de casa, contra o Cagliari: uma equipe que precisa desesperadamente de pontos para se distanciar da zona de rebaixamento. Além disso, o Milan se vê pressionado pela Inter de Milão e, para piorar, enfrenta a Atalanta na rodada que encerra o primeiro turno do Campeonato Italiano (possivelmente com chances de perder a liderança). Por conta disso, a partida contra o Cagliari vai ser importante para, além de garantir o Milan no topo da tabela pelo menos até o fim do primeiro turno, confirmar para todos que a equipe está forte na busca pelo título. 

Em meio a tudo isso, o técnico Stefano Pioli vai precisar lidar com a ausência de dois jogadores muito importantes para o seu time: o camisa 10 Hakan Çalhanoglu e o lateral-esquerdo Theo Hernández, os quais testaram positivo para a Covid-19. Por outro lado, o veterano Zlatan Ibrahimovic, que retornou de lesão na última partida do Milan, contra o Torino, pela Copa Itália, pode reforçar a equipe.

A probabilidade é de que o sueco inicie entre os titulares, ao lado do jovem português Rafael Leão no ataque. Ou seja, Stefano Pioli tem time suficiente para vencer o Cagliari, a grande questão é se consegue controlar o psicológico de seus jogadores e demonstrar tanta disposição em conquistar o título quanto o adversário em escapar do rebaixamento.

arte do site para cagliari x milan, pela Serie A italiana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *