Fórmula 1 tem mais adiamentos e desistência de Mônaco

Rogerio Jovaneli
Rogerio Jovaneli

Depois de antecipar a parada de férias para março e junho e mudar o calendário, havia a expectativa de que a temporada 2020 da Fórmula 1 começasse em maio. Ficou para junho.

Isso porque nesta quinta-feira (19) a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) anunciou o adiamento de três provas que seriam nesse mês: GP da Holanda (prevista para 3/5, em Zandvoort), GP da Espanha (10/5, em Barcelona) e GP de Mônaco (24/5, em Monte Carlo). No caso desta última, não só foi adiada, mas definitivamente fora da temporada.

A não realização das etapas – no caso, aquelas adiadas e também o cancelado GP de Mônaco – é consequência da pandemia do novo coronavírus (COVID-19).

Mudança da situação do GP de Mônaco

Inicialmente anunciada como corrida adiada, a exemplo das provas da Holanda e da Espanha, a corrida de Mônaco acabou cancelada, por decisão do Automobile Club de Mônaco (ACM).

“A situação atual de pandemia mundial e sua evolução incerta, a falta de entendimento sobre o impacto no Campeonato Mundial de 2020 de F1, a incerteza em relação à participação das equipes, a conseqüências no que diz respeito às diferentes medidas de confinamento adotadas por vários governos em todo o mundo, incluindo as restrições multilaterais de acesso ao Principado de Mônaco, a pressão sobre todos os negócios envolvidos, com o seu pessoal dedicado que não pode realizar as instalações necessárias, a disponibilidade da indispensável mão de obra de trabalho dos voluntários ​​(mais de 1500), necessários para o sucesso do evento, fazem com que a situação não seja mais sustentável”, pronunciou-se a ACM.

Assim, pela primeira vez desde 1954, as ruas do Principado de Mônaco não receberão os carros da Fórmula 1.

Além da cancelada corrida de Mônaco e das adiadas provas da Holanda e da Espanha, a pandemia do coronavírus já gerou o adiamento das quatro primeiras corridas da temporada. São elas: GP de Melbourne (Austrália/15/3), Sakhir (Bahrein/22/3), Hanoi (Vietnã/5/3) e Xangai (China/19/4), este último, país epicentro do surto.

Calendário com demais etapas da Fórmula 1

De acordo com o calendário de 2020 da Fórmula 1, agora a temporada começaria em 7 de junho, com o GP do Azerbaijão, no circuito de Baku. Isto é, se não for também adiado.

Confira, a seguir, essa e demais provas (ainda) não adiadas, previstas para o campeonato deste ano:

07 de junho – GP do Azerbaijão (Baku)

14 de junho – GP do Canadá (Montreal)

28 de junho – GP da França (Paul Ricard)

05 de julho – GP da Áustria (Spielberg)

19 de julho – GP da Inglaterra (Silverstone)

02 de agosto – GP da Hungria (Hungaroring)

30 de agosto – GP da Bélgica (Spa-Francorchamps)

06 de setembro – GP da Itália (Monza)

20 de setembro – GP de Singapura (Marina Bay)

27 de setembro – GP da Rússia (Sochi)

11 de outubro – GP do Japão (Suzuka)

25 de outubro – GP dos Estados Unidos (Austin)

01 de novembro – GP do México (Hermanos Rodríguez)

15 de novembro – GP do Brasil (Interlagos)

29 de novembro – GP de Abu Dhabi (Yas Marina)

Acesse apostas esportivas no site do Betmotion.

Além disso, confira, também, a nossa seção de Análises e Palpites.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *