Início » Colunas » Coluna do Verchai » Atlético e Barça fora e Real vivo na Copa do Rei

Atlético e Barça fora e Real vivo na Copa do Rei

Fernando Verchai

Barcelona busca empate no fim do primeiro tempo, mas perde para o Bilbao na prorrogação e está fora da Copa do Rei.

(Imagem: reprodução)

Nesta quinta-feira (20) o Barcelona visitou o Athletic Bilbao no estádio San Mamés, conhecido como “La Catedral”, por partida única das oitavas de final da Copa do Rei da Espanha. Vindo de um clássico bastante disputado com o Real Madrid pela Supercopa da Espanha, o Barcelona tinha uma boa expectativa de avançar na Copa do Rei. Apesar de ter sofrido mais uma derrota no clássico, o time catalão apresentou força e algumas boas virtudes para ainda acreditar em alguma conquista nesta temporada, mas não vai ser com um título nacional. Primeiramente, em La Liga, a distância do Barcelona para a liderança, que é ocupada exatamente pelo Real Madrid, já chega a 17 pontos, de forma que é muito mais realista para os Blaugranas pensarem em beliscar uma vaga na Liga dos Campeões: atualmente na 6ª posição, o time de Xavi Hernández está a 1 ponto do G-4. E se no Campeonato Espanhol a chance de título é praticamente inexistente para o Barça, na Copa do Rei da Espanha ela realmente não existe mais. A partida única das oitavas de final, fora de casa, diante do Athletic Bilbao, foi o fim da linha para o ídolo e técnico, Xavi Hernández, e seus comandados. A equipe do País Basco começou o confronto com ritmo intenso e abriu o placar logo no primeiro minuto da partida: Nico Williams avançou pela ponta direita e fez a bola cruzar a área do Barça até chegar em Iker Muniain, que ajeitou com carinho para a perna direita e bateu cruzado, por cima de Ter Stegen, para fazer um golaço. Mas o time de Xavi Hernández apostou no lado esquerdo do seu campo de ataque para pressionar com Jordi Alba, Pablo Gavi e Ferrán Torres e conseguiu buscar o empate ainda aos 20 minutos do primeiro tempo: o recém-chegado do Manchester City recebeu de Sergio Busquets na área, limpou para o meio e bater forte, cruzado, para deixar tudo igual no placar com mais um belo gol em “La Catedral”. Apesar de as descidas de Jordi Alba terem dado resultado, o vazio na lateral abriu espaços para os contra-ataques do Bilbao com Nico Williams pela ponta, por onde o time basco criou as melhores chances do jogo. O goleiro Ter Stegen até conseguiu segurar por algum tempo, mas o Barça cedeu à pressão aos 40 minutos da etapa final, quando o zagueiro Iñigo Martínez aproveitou sobra após levantamento na área e só teve o trabalho de tocar para o fundo da rede. Sem outra opção, o Barcelona se lançou ao ataque e conseguiu buscar o empate mais uma vez: já nos acréscimos, Daniel Alves deu uma bicicleta um tanto desajeitada dentro da área e a bola se ofereceu para Pedri, que soltou a canhota para marcar. Na prorrogação, porém, o incansável Nico Williams apareceu mais uma vez em jogada pela linha de fundo e conseguiu um pênalti para o Athletic depois que Jordi Alba cruzou seu cruzamento com o braço dentro da área. Muniain foi para a cobrança, marcou o segundo dele na partida e garantiu a vitória por 3 a 2 do time de Bilbao, que vai encarar o Real Madrid nas quartas de final.

Real Madrid volta a passar sufoco, mas segue avançando na Copa do Rei da Espanha

O primeiro a decepcionar nas oitavas de final da Copa do Rei da Espanha foi o Atlético de Madrid. Os Colchoneros já não fazem boa campanha no Campeonato Espanhol, se classificaram para as oitavas de final da Liga dos Campeões no sufoco e, agora, dão adeus à Copa do Rei. A equipe comandada pelo argentino Diego Simeone não teve chances diante da Real Sociedad, perdeu por 2 a 0 e foi eliminado nas oitavas de final assim como o Barcelona. O único dos gigantes da Espanha que avançou foi o Real Madrid. Parecia que não aconteceria, mas o Real conseguiu alcançar a quinta vitória consecutiva em 2022 e avançou para as quartas de final da Copa do Rei. Recentemente tendo comemorado o título da Supercopa da Espanha (com vitória sobre o Barcelona na semifinal e sobre o Athletic na decisão), o Real Madrid quase deixou escapar a classificação para as quartas de final da Copa do Rei da Espanha, mas contou com uma atuação surpreendente de duas estrelas quase esquecidas para vencer na prorrogação e avançar na competição. Os Merengues visitaram o Elche no estádio Manuel Martínez Valero na última quinta-feira (20), pela partida única das oitavas de final, e passaram o maior sufoco. O técnico Carlo Ancelotti aproveitou o momento favorável, com uma recente conquista de título, para fazer algumas mudanças na equipe principal. Ao invés de Casemiro e Modric, Fede Valverde e Eduardo Camavinga formaram o trio de meio campo ao lado de Toni Kroos; ao invés de Karim Benzema, Luka Jovic apareceu no ataque ao lado de Vinícius Júnior e Rodrygo; e até Marcelo voltou a aparecer entre os titulares depois de 3 meses, e com a faixa de capitão. Foi nas costas do lateral-esquerdo brasileiro que o Elche criou a melhor chance do jogo, mas Guido Carrillo, experiente atacante argentino, perdeu embaixo das traves, sem goleiro. Ofensivamente, porém, Marcelo deu o apoio que se espera dele e ajudou bastante na criação de oportunidades, mas, talvez por falta de entrosamento, os companheiros não conseguiram aproveitar as jogadas. O empate sem gols persistiu até o fim do tempo regulamentar e, nos acréscimos, Marcelo acabou sendo expulso por, sendo o último homem, interromper um lance claro de gol do Elche derrubando Tete Morente na entrada da área. Exatamente na cobrança da falta, porém, Gonzalo Verdú contou com desvio na barreira para vencer o goleiro Andriy Lunin e colocar o Elche na frente do placar. Mas, mesmo com um jogador a menos, o Real Madrid conseguiu buscar a virada no segundo tempo da prorrogação com gols de duas estrelas quase desaparecidas na capital da Espanha: Isco empatou e Eden Hazard decretou a virada no último minuto do segundo tempo da prorrogação. Agora os Merengues se preparam para enfrentar o Athletic Bilbao nas quartas de final, em partida que reedita a recente final da Supercopa da Espanha, vencida pelo Real Madrid.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.