Início » Apostas » Gestão de banca descomplicada nas apostas esportivas

Gestão de banca descomplicada nas apostas esportivas

Alexandre Frazão

Segundo especialistas, a falta de planejamento e gestão adequada das finanças é a maior causa dos endividamentos no Brasil. Da mesma forma, a falta de boa gestão de banca em aposta esportiva é o principal fator para apostadores se endividarem e falirem (quebrar a banca).

gestão financeiras de banca

Neste novo artigo, apresento duas opções de modelos para você gerenciar a sua banca de forma saudável e descomplicada.  Acompanhe com a gente. 

Modelo 1: valor fixo

O modelo do valor fixo, como o próprio nome já diz, é você apostar o mesmo valor sempre, independente de crescimentos ou reduções de sua banca.

Apesar de ser um tanto quanto agressivo, principalmente considerando as mudanças que irão ocorrendo ao longo das consecutivas apostas que vão se realizando, ele é um modelo que apesar dos riscos ainda assim apresenta vantagens, tais como:

  • Impede apostas por impulso que comprometam a banca;
  • Dá mais equilíbrio às flutuações em sua banca de apostas;
  • Fazendo apostas +EV o crescimento é constante;
  • Gestão mais rápida. 

Atenção: fique atento às flutuações acentuadas da sua banca. O recomendado é usar até 3% do seu capital como stake fixa. Exemplo: se a sua banca é de R$ 100,00, a sua stake fixa será de R$ 3,00 (3%). 

Portanto, um modelo que vá respeitando o crescimento ou as reduções da banca é o mais conveniente. Agora, veja o segundo modelo.

tv banner betmotion promo champions 2020/2021

Modelo 2: percentual da banca

É escolher um valor em percentual em relação à banca que utilizar em cada aposta, considerando um ponto de partida, o meio e o limite máximo.

As possibilidades de divisões são as mais variáveis possíveis. Desde 0,5% do capital como ponto de partida, tendo como limite 3%, 4% ou 5% da sua banca.

Minha recomendação é a seguinte:

  • Utilizar 0,5% do capital como stake/unid padrão para as apostas de maiores riscos;
  • Usar 1% do capital como stake/unid padrão para as apostas comuns;
  • Utilizar 1,5% do capital como stake/unid padrão para as apostas com tendências média/alta de acontecer;
  • Usar 2% do capital como stake/unid padrão para as apostas com alta tendência de acontecer. 

Note que, ainda que pareça ser pouco dinheiro (%) aumentar apenas 1% nos valores apostados, isso representa flutuações tremendas em sua banca. É a regra dos juros compostos. Vale mais crescer 1% a 2% com frequência do que 10% de forma aleatória. 

Cuidado com o aumento demasiado do percentual em sua stake. Quando maior o percentual, maior serão as flutuações da sua banca, sejam elas positivas ou negativas. 

Uma das principais habilidades dos apostadores de sucesso é saber dosar o peso do dinheiro antes de pô-lo no mercado. Saiba que com a maior exposição, os lucros serão maiores obviamente, mas as perdas também serão na mesma proporção. 

Não existe uma regra básica sobre o percentual a ser usado. São apenas sugestões baseadas em experiência de vida de apostadores que alcançaram os resultados positivos e constantes nas apostas e seguiram esses caminhos ou algo muito parecido com eles.

O mais importante é você se conhecer e compreender o seu perfil e o quanto o seu emocional é capaz de lidar com as variações financeiras (ganhos e perdas).

Não se empolgue demais com o Green, tampouco se frustre demais com o Red”By Frazão

Um forte abraço a todos e até a próxima.

Leia também:

O X da Questão sobre Gestão de Banca

A era das Dicas de Apostas Esportivas

Aposta esportiva: como apostar em esporte para lucrar mais

O que é uma aposta esportiva?

banner bônus de boas vindas com a embaixadora do Betmotion, a atacante Cristiane

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.