Wimbledon começa amanhã: Djokovic e Serena são favoritos

Tenis

Disputado nas quadras de grama do All England Club em Londres desde 1877, o torneio de Wimbledon é o mais antigo e tradicional do mundo. A edição 2016 começará nesta segunda-feira (27/06) e se estenderá até o dia 10 de julho. A organização anunciou, nesta semana, os favoritos das chaves masculina e feminina.

Como esperado, os atuais campeões e líderes de seus respectivos rankings, Novak Djokovic e Serena Williams, são os mais cotados. Ao todo, o campeonato – que é o terceiro Grand Slam do ano – conta com 128 jogadores em cada seção.

Foram anunciados 32 candidatos à cabeça de chave de cada categoria. A fórmula utilizada para isso não é simples, e leva em conta os atuais rankings da ATP e da WTA, além dos pontos obtidos nas temporadas de grama em 2015 e 2014. Veja a seguir os Top 5:

Masculino

  1. Novak Djokovic (SRB)
  2. Andy Murray (GBR)
  3. Roger Federer (SUI)
  4. Stan Wawrinka (SUI)
  5. Kei Nishikori (JPN)

Feminino

  1. Serena Williams (USA)
  2. Garbine Muguruza (ESP)
  3. Agnieszka Radwanska (POL)
  4. Angelique Kerber (GER)
  5. Simona Halep (ROU)

Importância dos favoritos

            Considerando todas as 129 edições de Wimbledon, apenas duas vezes um jogador de fora do grupo de favoritos venceu o maior torneio do mundo: em 1985, Boris Becker, atual técnico de Djokovic, e em 2001, quando o croata Goran Ivanisevic, então ranqueado como 125º, finalmente conquistou a glória no All England, depois de perder três finais na década de 90. No feminino, nunca houve uma campeã não-favorita.

Brasileiros em Wimbledon

A lista de tenistas brasileiros confirmados em Wimbledon 2016 inclui Thomaz Bellucci e Rogério Dutra, no masculino, e Teliana Pereira, na chave feminina, além dos duplistas Bruno Soares e Marcelo Melo. Mas a presença dos atletas nacionais nas quadras de Londres podia ser ainda maior, já que os tenistas Guilherme Clezar, André Ghem e Paula Gonçalves, que participaram do torneio de qualificação, acabaram sendo eliminados.

Tradição

Manter tradições seculares faz parte do charme deste evento, como jogadores de roupas todas brancas, morangos com chantilly e a presença da realeza na quadra central. May Sutton, dos Estados Unidos, foi a primeira vencedora não-britânica de Wimbledon, quando ganhou o torneio feminino em 1905. Dois anos depois, Norman Brookes, da Austrália, ganhou o campeonato simples masculino.

 

Fontes:

http://tenisnews.band.uol.com.br/

http://br.blastingnews.com/

http://www.wimbledon.com/