Você tem as habilidades psicológicas essenciais para jogar poker?

Historicamente, o poker passou por diversas contestações até ser legalizado. O grande desafio de quem trabalha direta ou indiretamente com as cartas foi – e ainda é – convencer os leigos de que este não é um jogo que dependa exclusivamente de sorte. Para se ter sucesso no esporte da mente é preciso desenvolver habilidades específicas. Veja abaixo se você se encaixa nas seis características psicológicas descritas em um artigo da EFDeportes.com que são essenciais para os jogadores:

  • Concentração: A mente de um jogador de poker deve ser muito ativa. É fundamental que se mantenha a atenção para ter uma boa percepção do jogo e, assim, cometer o mínimo de erros.
  • Paciência: Para ter triunfo é preciso esperar o momento certo. Não se deve jogar toda e qualquer mão. Jogadores que participam demais das apostas geralmente perdem muito, e quando estão no prejuízo ficam ansiosos para recuperar logo o que perderam. Desse jeito, acabam efetuando jogadas irracionais e se frustram com os resultados.
  • Inteligência emocional: É importante controlar ao máximo as emoções e saber lidar com a pressão psicológica do jogo. Não se deve entrar em desespero por causa de uma bad beat, nem se empolgar demais com a conquista de um grande pote. Deixar de ser racional é um ponto fácil de ser explorado pelos oponentes.
  • Coragem: Como em qualquer outro esporte, a derrota é algo muito natural no poker. É preciso ter consciência disso e assumir os riscos.
  • Disciplina: Um jogador de poker precisa ter discernimento e reconhecer suas capacidades e limitações. Por isso, não se deve jogar em mesas em que o buy-in (investimento para jogar) comprometa o bankroll (dinheiro reservado para o jogo). Como o poker é um esporte de finanças, é importante que se tenha competência administrativa.
  • Determinação: Bons jogadores estão sempre dispostos para estudar e adquirir cada vez mais conhecimentos sobre o jogo. Além disso, são muito persistentes e procuram aprender com as derrotas.