Maiores prêmios da história do WSOP

Moneyphoto credit: Money picture – Holding money in hand via photopin (license)

Os eventos de poker são cada vez mais frequentes. Há jogadores espalhados por todo o planeta – e todos querem estar no WSOP (World Series of Poker). A partir de 1991, a premiação dos vencedores superou a barreira do US$ 1 milhão. Desde então, o maior valor registrado ocorreu em 2006, quando o americano Jamie Gold faturou a bolada de US$ 12 milhões. Só naquela edição, 8.773 jogadores tentaram a sorte nas mesas.

Em 2014, o sueco Martin Jacobson chegou aos US$10 milhões ao ser o campeão do evento principal. A terceira maior premiação de poker aconteceu em 2008, com o dinamarquês Peter Eastgate. Com um ás de ouro e um cinco de espadas, ele engordou suas finanças com a bagatela de US$9.152.416.

Em 2011, o alemão Pius Heinz ganhou US$ 8.715.638, a quinta melhor premiação do torneio. Como comparação, o prêmio do campeão de 2015, o americano Joe McKeehen, foi de US$7.683.346. Este valor é apenas o décimo maior da história do WSOP.

Edição 2016

O Main Event WSOP 2016 contou com 6.737 participantes, cerca de 5% a mais que a edição passada (6.420). Os primeiros 1.011 classificados receberam prêmio, um recorde no torneio, e o vencedor vai ficar com mais US$ 8 milhões na sua conta bancária.

A média de idade de 2016 foi de 41.12 anos, um pouco acima dos 41.04 de 2015. O field continua a ser esmagadoramente masculino (94.87%) e ainda subiu um pouco se comparado a 2015 (94.56%).