4 motivos para acreditar que bingo faz bem à saúde

computer-doctor

O bingo já foi tema de estudo da Universidade de Southampton, na Inglaterra. O objetivo da pesquisadora responsável, Julie Winstone, do Centro de Cognição Visual do Departamento de Psicologia, era provar se o jogo fazia bem – ou não – à saúde mental dos praticantes. Para isso, ela realizou testes com 112 pessoas, divididas em dois grupos – um com participantes entre 18 e 40 anos e outro, entre 60 e 82 anos. Veja a seguir quatro descobertas que nos fazem acreditar nos benefícios do bingo:

– O bingo exige que os jogadores sejam capazes de conferir com rapidez se possuem ou não o número sorteado, trabalhando, assim, a agilidade mental.

– Além disso, para conseguir marcar o cartão, a pessoa precisa de uma coordenação rápida entre os olhos e as mãos. A pesquisadora Julie Winstone disse que esse tipo de reação é justamente o que se perde na medida em que se envelhece.

– Os jogos são capazes de manter a mente alerta. “O declínio da atividade mental com o avanço da idade se deve em parte à falta de uso”, disse a pesquisadora.

– Os participantes do estudo que jogavam bingo demonstraram memória mais aguçada comparados aos não-jogadores, além de maior capacidade de absorver informações sobre o ambiente.